Criança

8 receitas de papinhas de bebê super saudáveis

Papinhas de bebê costumam ser irresistíveis para o olfato e paladar até dos adultos, que por vezes comem o que restou do pratinho do bebê. Aliás, sabemos que não devemos experimentar a papinha com a mesma colher que colocamos na boquinha da criança, mas e quanto aos ingredientes das receitas de papinhas? Você sabe quais são mais saudáveis e como fazer combinações que deixam a papinha mais apetitosa para o bebê?

Continue lendo, mamãe, e confira algumas receitas de papinhas de bebê super saudáveis para serem inseridas na alimentação do bebê a partir do 6° mês de vida ou de acordo com recomendação do pediatra.

6 receitas de papinhas de bebê saudáveis 

1. Primeira papinha retirando a carne (para as 2 primeiras semanas)

Papinha de caldo de frango com abóbora, mandioquinha e cenoura

Ingredientes

  • 100 gramas de peito de frango sem gordura
  • 1 fatia de abóbora (do tamanho da mandioquinha)
  • 1 mandioquinha pequena
  • 1 cenoura pequena
  • água filtrada suficiente para cobrir

Preparo

Corte o frango em pedaços e refogue com um 1 colher de chá de óleo. Acrescente os legumes descascados e grosseiramente picados. Pode colocar uma pitada de sal, mas não precisa, o bebê não é como os adultos, acostumados com excesso de sal.

Cubra com a água, tampe a panela, baixe o fogo e cozinhe até os legumes estarem macios. Retire o frango, passe os legumes pela peneira ou amasse com garfo.

Varie o sabor trocando a mandioquinha por batata. Já o frango pode ser substituído por carne magra. O coxão duro, por exemplo, é uma carne que gera um caldo muito saboroso.

2. Papinha sequencial (para oferecer a partir da terceira semana)

Ingredientes

  • uma mandioquinha pequena
  • uma batata pequena
  • meia beterraba pequena
  • meio dente de alho pequeno
  • um pedaço pequeno de cebola
  • meio tomate sem pele e sementes
  • duas folhas de repolho (o roxo é mais saudável)
  • duas folhas de agrião (ou rúcula)
  • uma pitadinha de sal (opcional)
  • uma colher das de sopa de caldo de feijão
  • 1 colher de sopa de salsinha picadinha
  • uma colher rasa de sobremesa de óleo de milho
  • água filtrada suficiente

Preparo

Ferva cerca de 2 xícaras de água filtrada, acrescente todos os ingredientes menos a salsinha e o caldo de feijão. Cozinhe até os legumes ficarem moles. Retire as cascas dos legumes, amasse tudo com um garfo, acrescente o caldo de feijão e a salsinha.

A seguir, veja as papinhas para as próximas semanas:

3. Papinha de carne com legumes

Ingredientes

  • 2 colheres de chá de azeite ou óleo vegetal
  • 1/2 colher de chá de cebola picada
  • 2 colheres de sopa de carne moída (magra)
  • 2 colheres de sopa de abóbora cortada em cubinhos
  • 1 batata pequena em cubinhos
  • 2 colheres de sopa de couve picada

Preparo

Aqueça o óleo, refogue a cebola brevemente, acrescente a carne moída e mexa bem. Junte a abóbora e a batata. Cubra com água e tampe a panela. Cozinhe em fogo baixo até os ingredientes ficarem macios. Acrescente a couve e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Amasse bem com um garfo e sirva.

Esta deve ser oferecida apenas no momento que o pediatra liberar a ingestão de carne (proteína).

4. Papinha de cenoura com chuchu (prática e rápida)

Ingredientes

  • 1 colher de chá de óleo vegetal
  • 1 colher de chá de cebola picadinha
  • ½ cenoura pequena cortada em cubinhos
  • ½ chuchu pequeno cortado em cubinhos

Preparo

Aqueça o óleo, acrescente a cebola e refogue. Em seguida acrescente os legumes. Adicione água suficiente para cobrir, baixe o fogo, tampe a panela e cozinhe até os ingredientes ficarem macios e conservando um pouco de caldo. Amasse com um garfo e sirva.

5. Papinha de batata doce, espinafre e frango

Ingredientes

  • 1 fio de azeite ou óleo vegetal
  • 1 colher de chá de cebola picadinha
  • 2 colheres de sopa de peito de frango semi cozido e desfiado
  • 1 batata doce pequena cortada em cubos
  • ½ beterraba pequena picada
  • 2 colheres de sopa de espinafre picado (ou qualquer verdura verde escura)
  • 1 pitadinha de sal

Preparo

Refogue a cebola e o frango desfiado no azeite. Junte a beterraba e a batata doce. Cubra com aproximadamente um litro de água e cozinhe até os alimentos estarem bem macios. Acrescente o espinafre e deixe cozinhar por mais uns minutinhos. Coloque a pitadinha de sal, amasse tudo com um garfo e sirva.

6. Papinha de mandioquinha

Ingredientes

  • 1 fio azeite ou óleo vegetal
  • 1 colher de chá de cebola picada
  • 2 colheres de sopa de carne magra e de fácil cozimento cortada em pedaços pequenos (como patinho, por exemplo)
  • 1 mandioquinha média cortada em cubinhos
  • 1/2 cenoura pequena em rodelas
  • 1 pitadinha de sal
  • 1 colher de sopa de cebolinha e salsinha picadinhas

Preparo

Refogue a cebola e a carne. Junte a mandioquinha e a cenoura e cubra com água. Deixe cozinhar até que os alimentos ficarem bem macios. Acrescente a pitadinha de sal. Amasse com um garfo, acrescente a cebolinha e salsinha, e sirva.

7. Papinha fria (para dias de calor)

Ingredientes

  • 1 tomate pequeno
  • 1/2 pepino comum pequeno
  • 1/2 cenoura pequena
  • 15 folhas de agrião
  • 1/2 colher de sopa de chia
  • Azeite a gosto

Preparo

No liquidificador, bata a cenoura e a chia na função pulsar (ou no processador) até triturar ligeiramente. Acrescente os outros ingredientes, e bata até desmanchar os ingredientes, antes de virar purê, assim, a papinha terá certa textura, ideal para bebês maiores que estão começando a consumir papas semi sólidas.

8. Papinha sobremesa

Ingredientes

  • 1 banana em rodelas grandes
  • 1 maçã
  • 1 colher de sopa rasa de passas claras
  • 1 colher de sopa rasa aveia
  • 1 colher de sopa de sumo limão siciliano (ou laranja lima)

Preparo

Bata, no liquidificador, a banana e a aveia até virar purê. Junte as passas e bata só até desmanchá-las, reserve. Bata a maçã e o sumo da limão. Na hora de servir, coloque em cima do purê de banana e passas.

Dicas importantes no preparo das receitas de papinhas de bebê

1. Em relação à consistência das receitas de papinha pergunte ao pediatra se os ingredientes devem ser servidos amassados, passados em peneira ou ainda em pedaços maiores.

2. Quanto menos sal a mamãe colocar, melhor será para o seu bebê, assim, ele não ficará mal acostumado ao sabor do excesso de sal.

3. Para variar, substitua o caldo de feijão pelo de lentilha, grão de bico ou ervilha. Esses grãos são muito importantes para a saúde do bebê, por terem alto valor proteico.

4. Em substituição à carne e ao frango podem ser oferecidos fígado de boi e ovos cozidos, começando com 1/4 de gema.

5. As batatas podem ser substituídas por milho ou por uma colher de sopa de arroz cozido, e amassadinho com um garfo.

Esperamos que essas receitas de papinhas de bebê satisfaçam o paladar do seu bebê. Para continuar a ver posts sobre alimentação e outros assuntos relacionados à saúde do seu bebê, assine nossas newsletter.

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    (CRM: 876879RJ)
    Graduação em Medicina pela Universidade Estácio de Sá;
    Residência Médica em Pediatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Certificado de Atuação na Área de Endocrinologia Pediátrica (CAAEP)- RJ; Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.