Criança

Brincadeiras para estimular o desenvolvimento do bebê

Uns mais ativos, outros mais calmos, cada filho é uma alegria única e sempre uma descoberta nova e fascinante. Mamães e papais de primeira, segunda ou terceira viagem concordarão que o primeiro ano do bebê é sempre uma época repleta de felicidade, ansiedade, agitação e algumas dúvidas. Entre todos os aprendizados (tanto para ele como para os pais), a brincadeira desempenha um papel importantíssimo. É também através dela que o pequeno se desenvolve adequadamente nos campos sensorial, emocional, comunicacional e motor. As atividades para estimular o desenvolvimento do seu bebê podem (e devem) iniciar-se logo nas primeiras semanas de vida.

Abaixo compilamos algumas dicas de brincadeiras e atividades para estimular o desenvolvimento do seu bebê em suas diversas fases.

Dos 0 aos 3 meses

– Coloque o bebê no seu peito: segure nas mãos do bebê e balance o seu corpo ao som de uma música calma. Cante e ouça música regularmente com o seu bebê, estimulando a sua audição.
– Sorria, toque nas suas mãos, pezinhos e cabeça, vendo como ele reage ao toque e a voz. Vá mudando de entonação de voz para captar a atenção do seu pequeno.
– Pendure um mobile bem colorido no berço ou no trocador para estimular a perceção visual das cores, formas, movimento.
– Coloque um espelho no quarto do seu bebê, aponte e diga o nome dele.

Dos 4 aos 6 meses

– Estenda uma mantinha na sala e coloque o bebê de barriga para baixo, estimulando a posição de bruços e mova a manta devargarzinho pelo cômodo.
– Nessa altura começam a aparecer os primeiros dentinhos: deixe o seu bebê explorar os objetos com a boca, cuidando que são brinquedos adequados para a sua idade.
– Conte uma história infantil curta para o seu bebê. Mude as suas expressões faciais enquanto conta a história.
– Converse com o seu bebê. Quando o bebê começa a balbuciar, gorgolejar, suspirar, responda tal qual como num diálogo.

Dos 7 aos 9 meses

– Normalmente nessa idade, o bebê já se consegue sentar sem apoio. Coloque os brinquedos preferidos do seu filho espalhados pelo cômodo, incentivando a que ele se mova para alcançá-los.
– Incentive o seu bebê a tocar e a brincar com diferentes objetos. Arrume um cestinho de tesouros, com diferentes texturas, formas e cores para ele explorar. Por vezes, nem precisa de brinquedo novo: uma colher de pau e potes de cozinha fazem uma bateria.
– Leiam uma história infantil juntos. Vá apontando para as imagens e incorporando os sons dos animais e as vozes das diferentes personagens. Deixe-o interagir, tocar, “contar” a história à sua maneira também.

Dos 10 aos 12 meses

– Com o bebê de barriga para baixo, coloque um brinquedo em vários locais, para que ele se mova na direção do objeto.
– Se o seu bebê já deu os primeiros passinhos, toque música para ele dançar e se mexer. E, claro, dance com ele!
– Escolha histórias com muitas cores e personagens divertidas e leiam juntos, dizendo para ele virar a página, conversando. Grave esse momento e ouçam juntos depois, para que ele se aperceba da sua voz também.
– Converse bastante com o seu bebê, fazendo perguntas, apontando para coisas novas nos passeios no parquinho, identificando cores, texturas, objetos, ações.
Em todas as fases, a brincadeira deve ser um momento de partilha e afeto entre pais e filhos bebê. Toda a mãe e pai sabem, mas vale lembrar que essas atividades devem ser complementadas com muito amor, elogios e palavras de apoio. Valorize o esforço e não o sucesso e a superação do desafio. E se o seu bebê não participar, não insista e volte a tentar mais tarde. Cada bebê tem o seu ritmo.

Gostou das dicas sobre como brincar e estimular o desenvolvimento do bebê? Anote e vá adaptando as várias etapas da infância do seu filho, logo desde os primeiros meses de vida, auxiliando no crescimento saudável e feliz do seu pequeno.

Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo como esse!

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.