Tipos de parto / Pós parto

Como fica a sexualidade feminina depois da gravidez?

O período pós-parto é marcado por alterações físicas e mentais. Os hormônios femininos ainda estão confusos e o corpo, aos poucos, vai tentando se recuperar das grandes mudanças pelas quais passou ao longo da gestação.

A rotina e as prioridades também mudam. A mamãe só pensa em cuidar do bebê, enquanto o parceiro deseja retornar à vida sexual o quanto antes. O que fazer diante desse impasse? Como fica o apetite sexual da mulher depois do parto? A partir de quando o sexo é liberado? As respostas para essas e outras perguntas você confere a seguir!

Como fica o apetite sexual depois do parto?

A concretização da maternidade, a preocupação com o recém-nascido, a baixa qualidade do sono, a sensação de cansaço, os seios sensíveis e a insatisfação com o próprio corpo são algumas das razões que levam a mulher a ter menos apetite sexual após o parto. Além disso, a diminuição da libido em decorrência dos hormônios impacta drasticamente a sexualidade feminina. A baixa produção de estrogênio combinada com a alta produção de prolactina reduzem o desejo sexual na maioria das mulheres.

A mulher sente prazer sexual após dar a luz?

O corpo é uma caixinha de surpresas e é possível, sim, que a mulher sinta prazer no sexo pouco tempo depois de dar a luz. Isso acontece, especialmente, se o casal tiver uma vida sexual ativa e prazerosa antes da gravidez. Nesse caso, é comum que eles voltem à rotina com a mesma qualidade e intensidade.

Mas quando a mulher engravida e a vida sexual já não é tão boa, o processo tende a ser mais lento e doloroso. Muitas vezes, a mulher ainda não está pronta para retomar sua rotina sexual e, ao invés de conversar abertamente com o parceiro, prefere se render a uma relação marcada pelo desconforto e falta de desejo.

Que fatores interferem na sexualidade feminina depois que o bebê nasce?

No período pós-parto, a vagina fica menos úmida, o que pode dificultar a penetração e tornar o ato sexual mais dolorido e incômodo. Isso acontece porque a produção do leite produz o hormônio prolactina, que deixa o órgão sexual feminino no mesmo estado da menopausa, ou seja, menos lubrificado.

Como se não bastasse, há uma expressiva queda na libido devido à diminuição dos níveis de hormônio feminino e bloqueio do ovário, o que deixa o organismo mais vulnerável a infecções. Esse conjunto de fatores torna recomendável que a retomada ao sexo seja adiada por alguns meses — mas converse com o seu médico para saber o que é melhor para o seu caso.

Quanto tempo depois do parto o sexo está liberado?

De modo geral, é necessário esperar 40 dias depois da cesariana e 60 dias após o parto normal, podendo variar de mulher para mulher. É mais do que normal que a libido continue em baixa durante o período de amamentação e, nesse caso, o papai terá que ser compreensivo, pois a frequência e qualidade do sexo serão alteradas.

Se o casal quiser acelerar a retomada aos hábitos sexuais, a mulher pode conversar com um ginecologista para ele possa prescrever um lubrificante capaz de umedecer, recompor e proteger a vagina. Existem muitos produtos no mercado que não são absorvidos pelo organismo, evitando qualquer risco de contaminação do leite.

O que fazer para garantir uma sexualidade saudável pós-parto?

  • Coloque a vida sexual em ordem antes mesmo de engravidar. Isso vai fazer com que a retomada ao sexo seja mais rápida e prazerosa depois do parto;
  • Converse abertamente com o parceiro, fale sobre suas mudanças físicas e mentais e não se esqueça de dizer como se sente. Isso é sempre melhor do que ceder a uma relação dolorosa e sem prazer;
  • Para evitar o risco de infecções, é importante usar camisinha no período pós-parto;
  • Especialistas recomendam que o casal recorra a estímulos como a masturbação e o sexo oral, pois a penetração, nesse momento, pode ser demasiadamente dolorida;
  • Como os fatores emocionais são tão determinantes como os fatores físicos, é importante que a mulher se cuide, procure elevar a autoestima e dê um tempo para compreender seu novo corpo;
  • A terapia de casal e terapia sexual podem ser úteis nos casos mais graves.

E aí, todas as suas dúvidas sobre a sexualidade no pós-parto foram esclarecidas? Se ainda tiver alguma pergunta, comente que nós teremos o maior prazer em responder.

Categorias: Tipos de parto / Pós parto

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.