Gravidez

Gravidez mês a mês: a saúde da grávida no sexto mês de gestação

O sexto mês de gestação é muito especial. Seu filho já tem o rosto formado, com cílios, brotos dentários e até sobrancelhas! Nessa fase, a gestante ganha alguns números na balança, pois o bebê está com três vezes o peso que tinha anteriormente — a média do início da gestação é de 250 gramas.

No sexto mês, portanto, a gestante sente muito mais os efeitos da gravidez. Vamos falar sobre cada um deles e a saúde da futura mamãe nessa fase da gestação. Confira!

Características da gravidez nesse período

No sexto mês da gestação, a saúde da grávida merece uma atenção mais do que especial! O peso aumenta de 5 a 6 quilos, que ficam concentrados principalmente no abdômen. Com isso, é bem provável que você se sinta mais cansada e perceba algumas dores pelo corpo. É normal também que as pernas fiquem com cãibras e com um inchaço nos tornozelos, pés e mãos.

Não se assuste se sentir dores de cabeça, assim como tonturas e até mesmo alguns desmaios, pois são alguns dos sintomas do sexto mês de gravidez. A barriga fica muito maior e, com isso, mais visível também. Os movimentos do bebê são bastante intensos e é bem provável que a grávida sinta uma dormência na parte baixa do ventre.

O apetite aumenta e azia e má digestão podem fazer parte dos sintomas comuns. Mas, é claro, qualquer desconforto que sentir, procure o seu médico. Automedicar-se jamais!

Características do bebê

Prepare-se! Nessa fase, o seu pequeno começa a chutar! Você vai sentir socos, pontapés e cotoveladas — e pode apostar que será uma sensação deliciosa. O bebê já consegue reagir a estímulos externos, como música e luz (ao colocar um feixe de luz sobre a barriga, ele mexe o pescocinho em direção ao brilho).

Ele também consegue ouvir o bater do coração da gestante e demais barulhos do seu corpo.

Os sentidos do bebê

Como já dissemos, o bebê já consegue ouvir nessa fase, se mexer e até mesmo identificar feixes de luz. É recomendado colocar canções de ninar e conversar muito com ele. Seu bebê dorme praticamente o dia todo, mas você vai saber bem quando ele acordar, pois estará muito mais interativo e seus movimentos serão muito mais evidentes.

Cuidados com a gestação

Nesse período é natural que a grávida sinta dores lombares. O aconselhado é evitar a mesma posição por longos períodos. Alongamento e pouco esforço físico são essenciais para melhorar a circulação sanguínea e aliviar inchaços.

Dieta para manter a saúde da gestante

No sexto mês de gestação, o cérebro do bebê está em pleno desenvolvimento, por isso, é de extrema importância que a alimentação da gestante seja saudável e rica em vitaminas, minerais e vegetais. Alimentos que contenham ômega 3 são bastante indicados, como peixes, salmão, bacalhau e atum. O cálcio também deve fazer parte do cardápio da gestante, pois o bebê precisa nascer com ossos saudáveis, e ingerir leite faz com que ele nasça com músculos fortes e tenha uma boa dentição, além de prevenir a osteoporose materna.

O ferro, também encontrado no leite, tem potencial para evitar anemias nas gestantes. E não podemos nos esquecer da água! A hidratação é muito importante e traz diversos benefícios como redução de inchaço e circulação sanguínea melhor.

Exames que devem ser realizados

Ao longo da gravidez, o acompanhamento médico é essencial, e alguns exames são cruciais. Para gestantes do segundo trimestre, além do pré-natal, o exame que deve ser feito é o ultrassom morfológico, que vai detalhar as estruturas anatômicas do bebê. Com esse exame é possível verificar a formação do cérebro, dos órgãos digestivos e do coração. Detalhes da cabeça e fêmur também podem ser vistos, o que faz com que o médico tenha a certeza de que o crescimento esteja dentro do esperado e os órgãos do bebê estejam bem formados.

Ele também vai determinar e localizar a placenta. Se ela estiver bloqueando a abertura do útero, pode ser um indicativo de que o parto terá que ser uma cesariana.

Emocional da gestante

O emocional da gestante já está mais estável no sexto mês, porém, é normal sentir uma ansiedade em relação ao futuro, afinal, a hora tão esperada está chegando! Com isso, distração e falta de concentração em alguns períodos é normal.

É importante ler bastante e tentar relaxar. Nesta fase, o melhor a fazer é caminhar, alongar e respirar fundo. A pressão arterial também pode dar sinal de elevação.

Atente-se aos riscos nesse período

Com o aumento de peso, as dores podem aumentar. Por isso é importante seguir um cronograma alimentar criado por um profissional. Vale alertar: a prevenção é sempre o melhor remédio, e é bom habituar-se a uma dieta equilibrada e rica em fibras, além de beber muitos líquidos e evitar a mesma posição por muito tempo.

Coceiras em várias partes do corpo também podem surgir. Para combater o ressecamento natural causado pelo estiramento da pele, faça um tratamento hidratante intensivo.

Outra possível preocupação é o surgimento de cistites, infecções na bexiga e uma vontade maior de urinar com uma sensação de ardor. Mas fique calma! Para todos esses possíveis sintomas, procure um médico para que ele lhe oriente um tratamento adequado.

As últimas semanas do segundo trimestre de gravidez

As semanas que se passaram foram tranquilas e confortáveis, os enjoos não são mais tão constantes e o peso da barriga não é mais tão incômodo. As roupas podem não entrar mais, então, opte por panos leves e largos e invista nas peças feitas para gestantes. Fique longe de sapatos com salto para evitar acidentes!

A penúltima e a última semana do segundo trimestre são marcadas pelos desejos excêntricos das mamães, assim como a rejeição a outros tipos de comidas que antes eram adoradas.

A mulher grávida também se sente mais radiante, cabelos e peles ganham um brilho saudável. Cuidados de beleza exagerados devem ser evitados, mas cuidados com a pele, passando sempre o protetor solar e outros tipos de cosméticos que não oferecem risco à gravidez são muito recomendados. Além de deixar a gestante mais bonita, ela fica mais feliz e seu bebê também.

E você, tem alguma história para nos contar sobre a sua gravidez? Tem alguma dúvida sobre a saúde da grávida no sexto mês de gestação? Não deixe de comentar! Vamos adorar ler!

Categorias: Gravidez , Segundo trimestre de gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.