Criança

Vale a pena contratar uma babá?

Cuidar de um bebê não é tarefa fácil e exige muita atenção e responsabilidade dos pais para evitar que acidentes ou outros imprevistos ocorram com a criança. Entretanto, é extremamente complicado aliar as demandas do cuidado de um bebê com as exigências da vida profissional e da rotina cotidiana.

Por isso, contratar uma babá pode ser de extrema ajuda na hora de cuidar de seu filho, principalmente quando esta tarefa entra em conflito com outras ocasiões importantes. Neste post você vai conferir as vantagens e desvantagens de colocar seu bebê aos cuidados de uma babá (comparando com a matrícula em uma creche, por exemplo) e também ficará por dentro dos detalhes importantes a serem observados na hora de contratar esta profissional. Vamos lá?

Vantagens

Uma babá mantém toda a atenção e experiência dela voltada ao seu filho, diferentemente de uma creche ou berçário — onde os cuidados são divididos com muitas outras crianças. Uma boa profissional sabe como estimular adequadamente os sentidos da criança, além de ser responsável por sua alimentação e higiene.

Além disso, a babá consegue criar um importante vínculo afetivo com a criança, que pode ser crucial para seu desenvolvimento psicoemocional — o que pode fazer a diferença para pais que trabalham muito e preocupam-se com este aspecto mental de suas crianças.

Cuidados na hora de contratar uma babá

A babá fará parte ativamente da rotina familiar e estará em contato direto com seu filho em grande parte do tempo. Por isso, é necessário extremo cuidado na hora de selecionar esta profissional, que deve atender a alguns requisitos importantes para trazer o maior benefício possível para a criança.

Dê preferência para profissionais que tenham experiência e boas indicações prévias. Observe a postura, a educação e o modo como a babá relaciona-se com o bebê, ficando atento a possíveis sinais de maus tratos e/ou abusos físicos e mentais.

Por isso, faça questão de entrevistar algumas candidatas e fazer perguntas específicas, por exemplo, como elas lidariam com certos tipos de situação, quantas crianças elas já olharam, de que idade etc.

Custos financeiros

Contratar uma boa babá pode pesar bastante no orçamento. Lembre-se de que o trabalho destas profissionais precisa estar devidamente adequado às leis trabalhistas, garantindo direitos como 13º salário, férias remuneradas, aviso prévio, vale-transporte etc. Elas também precisam estar incluídas no FGTS e INSS. Diante disso, consulte as taxas e as recomendações mais recentes antes de contratar os serviços de uma profissional deste setor.

Lembre-se também de calcular o quanto os gastos com a babá afetarão o seu orçamento habitual com alimentação, moradia, energia, etc. Pense também em custos para a contratação de substitutos em ocasiões imprevistas, caso a babá esteja de férias ou fique doente, por exemplo.

Compare estes gastos com os custos de matricular seu filho em uma creche ou berçário, que também podem ter requisitos financeiros salgados. Material escolar, mensalidades, uniforme e transporte são fatores que fazem parte dessa equação.

Tome a decisão final com base em suas necessidades (horários em que o bebê precisará de cuidados, por exemplo) e aspirações, assim como em suas capacidades financeiras. E caso você decida por contratar uma babá, tenha sempre cuidado em buscar uma profissional competente, carinhosa e experiente! Não deixe de conferir também o nosso post com dicas para amenizar a volta da licença-maternidade.

E para você, vale a pena contratar uma babá? Quer receber mais conteúdos como esse diretamente no seu e-mail? Assine a nossa newsletter!

Categorias: Criança , Gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    (CRM: 876879RJ)
    Graduação em Medicina pela Universidade Estácio de Sá;
    Residência Médica em Pediatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Certificado de Atuação na Área de Endocrinologia Pediátrica (CAAEP)- RJ; Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.