Curiosidades da gravidez

13 tratamentos estéticos contraindicados para grávidas

A gravidez é um dos períodos mais belos na vida de uma mulher e, como tal, merece cuidados especiais. Infelizmente, uma gestante não pode fazer exatamente os mesmos procedimentos de beleza que já fazia anteriormente e as restrições vão muito além de apenas parar de pintar o cabelo.

É importante para a autoestima da mulher não deixar esses cuidados estéticos de lado, por isso é preciso saber muito bem o que se pode ou não pode fazer. Veja a lista que preparamos com os tratamentos estéticos proibidos para as gestantes:

1 – Peeling

A maioria dos peelings é químico, por isso é contraindicado na gestação. Existem outras opções, como os mecânicos, os de cristal ou diamantes, que podem ser usados caso seu médico libere.

2 – Pintar cabelo

Não existem estudos estudos que comprovem danos ao feto, se a paciente utilizar tinta ou descolorantes no primeiro trimestre. Desta forma, alguns médicos proíbem nesta fase como uma forma de prevenção, já que não se sabe realmente se o couro cabeludo absorve essas substâncias. O que se sabe é que o chumbo, poderia causar danos, porém este não está mais presente em quase nenhuma tintura para cabelos. Vale a pena conferir antes da utilização. Outras coisas que são em geral proibidas durante todo o período são as escovas progressivas, alisamentos e permanentes, pelo mesmo motivo.

3 – Alisamento

Em geral, é contraindicado, pois acredita-se que podem causar malformações, devido aos fortes produtos químicos usados (entre eles, o Formol). Ainda não temos estudos suficientes para tal constatação, por isso, recomenda-se não utilizar.

4 – Bronzeamento artificial

O bronzeamento artificial divide opiniões, mas os médicos costumam contraindicar, especialmente as grávidas.

5 – Depilação à laser e radiofrequência

Mulheres grávidas não devem se expor aos raios do aparelho de laser, devido ao excesso de produção de melanina nesse período, o que pode gerar manchas na pele. Além disso, não há estudos que comprovam a segurança do procedimento para a saúde do bebê.

Outros tratamentos com radiofrequência usados contra a flacidez e celulite, por exemplo, também estão descartados durante a gestação.

6 – Estimulação russa

Nenhum tipo de estímulo elétrico deve ser usado, mais especificamente no abdome, pois eles podem estimular a musculatura uterina, causando contrações e levando a partos prematuros.

7- Dietas malucas

A principal sugestão é seguir uma dieta saudável sem pensar em “comer por dois”. A prática previne o ganho excessivo de peso (é normal e saudável engordar na gravidez) e ainda diminui o risco de complicações na gestação, como pré-eclampsia, diabetes, pressão arterial e parto prematuro.

8 – Cremes hidratantes com substâncias proibidas

Alguns ativos de hidratantes comuns são proibidos na gravidez, como ureia em concentrações altas e também os retinóides (ácido retinóico, isotretinoina, acitretina). Por essa razão, o melhor é optar por produtos exclusivos para gestantes, mas saiba que mesmo eles podem causar alguma irritação, por isso consulte sempre o seu médico.

9 – Tratamento contra varizes

Esses tipo de cirurgia não é recomendada nessa fase e, geralmente, as varizes que aparecem na primeira gestação podem sumir depois do parto. Infelizmente, o mesmo geralmente não acontece com as que surgem na segunda gravidez. O mais recomendado para essas gestantes é colocar as pernas para cima por alguns minutos, usar meias elásticas de compressão (apenas quando estiver frio), fazer caminhadas regulares e evitar ficar em pé ou sentada durante muito tempo.

10 – Descolorir os pelos

É melhor evitar pois não se sabe se as substâncias químicas usadas durante o processo não são absorvidas pela pele. Além disso, todo o organismo está mais sensível, intolerante e propenso a ter irritações e alergias e manchas de pele, que podem ser causadas por estas substâncias.

11 – Banho de banheira e sauna muito quentes

A temperatura da água não deve pode passar dos 38ºC (deve ficar apenas morninha). Na gestação, principalmente no primeiro trimestre, banhos de imersão muito quentes não são recomendados. Isto porque a pressão arterial que já está mais baixa na gestação, em um ambiente muito quente contribui para uma queda maior, ocasionando desmaios e a diminuição do fluxo de sangue pro bebê transitoriamente. Por todos esses motivos, a sauna também deve ser deixada de lado.

Dica: mantenha a porta do banheiro entreaberta para evitar o acúmulo de vapor quente.

12 – Drenagem linfática sem um profissional capacitado

A drenagem linfática é eficiente e recomendada na hora de diminuir o inchaço da gravidez, mas em gestantes só deve ser feita por uma fisioterapeuta com certificado aprovado pela Sociedade Médica Brasileira. Isso porque existe sempre o risco de uma lesão vascular ou desprendimento de trombos, o que pode acarretar problemas maiores. Quem poderá indicar um profissional de confiança é seu obstetra ou angiologista.

13 – Cremes depilatórios

Assim como a lâmina, o creme depilatório corta o pelo superficialmente e pode evitar problemas como corte e infecção. Recomendado para mulheres que sofrem de varizes ou com a pele sensível, o produto químico, porém, deve ser evitado por mulheres grávidas pela propensão aumentada de reações alérgicas e/ou irritações.

Agora que você sabe muito bem o que evitar, não deixe de se cuidar. Tem alguma dica ou dúvida sobre o assunto? Conte para nós!

Categorias: Curiosidades da gravidez , Gravidez

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.