Criança

7 dicas para limpar o quarto do bebê

A chegada de um bebê é, sem dúvida, motivo de muita felicidade e comemoração por parte de todos. Uma das etapas mais gostosas é preparar o quartinho do pequeno e planejar todos os detalhes relacionados à decoração e organização do ambiente. Mas para garantir que o mais novo integrante da família cresça e se desenvolva com saúde e bem-estar, é necessário que alguns cuidados na hora de limpar o quarto do bebê sejam tomados.

Com o sistema imunológico ainda em desenvolvimento, é importante evitar a exposição da criança a uma série de fungos e bactérias que podem prejudicar a sua saúde.

Confira a seguir 7 dicas simples que certamente vão ajudar você a limpar o quarto do bebê de forma prática e eficiente, garantindo o bem-estar do seu filhote.

Dicas para limpar o quarto do bebê

Preste muita atenção aos produtos de limpeza

Para que um ambiente esteja limpo, ele não precisa estar necessariamente cheiroso. No caso do quarto do bebê, inclusive, o odor dos produtos químicos utilizados na limpeza pode provocar reações alérgicas no organismo em desenvolvimento deles.

Quando for limpar o cantinho do seu filho, lembre-se de que a utilização de produtos neutros, álcool e o bom e velho pano umedecido já são suficientes para garantir que o ambiente fique adequadamente higienizado e seguro para a criança.

Acostume-se a usar o aspirador de pó com frequência

Usar a vassoura no quarto do bebê não é recomendado, pois isso pode levantar poeira em excesso. O mais indicado é acostumar-se a usar o aspirador de pó diariamente e, pelo menos uma vez por semana, fazer uma faxina mais completa. Use o aspirador em cortinas, estofados, almofadas, bichos de pelúcia, no colchão da criança e outros locais em que possa haver acúmulo de poeira. O aspirador contribuirá significativamente com a limpeza e bem-estar do seu filho, evitando, por exemplo, o desenvolvimento de problemas nas vias respiratórias.

Mantenha as roupas de cama sempre limpas

Cuide para que, ao menos uma vez por semana as roupas de cama do bebê sejam trocadas. Para a limpeza de lençóis, fronhas, edredons e cobertores, vale a mesma dica aplicada aos produtos de limpeza: evite fazer uso de substâncias com cheiro muito forte na lavagem, pois isso também pode causar reações alérgicas.

Aproveite o momento da troca da roupa de cama para reforçar a limpeza do berço, usando um pano umedecido. Na hora de guardar os itens, também mantenha a atenção: mantenha tudo em um local seco e arejado para evitar o contato com fungos e insetos.

Garanta que o quarto esteja sempre fresco

Manter o quarto constantemente bem ventilado e garantir a entrada de luz natural é essencial para evitar a proliferação de ácaros e fungos. Se deixar a janela aberta for um risco para a segurança do bebê, procure janelas que tenham vidro, ou instale telas e grades de proteção para que o local nunca deixe de estar arejado — e que mantenha seu bebê a salvo.

Adote uma decoração minimalista no quarto do bebê

Crianças adoram se divertir e são apaixonadas por bonecos, bolas, carrinhos e bichinhos de pelúcia. Mas é bom ressaltar: o quarto do seu filho não precisa ser um parque de diversões! É certo que nos primeiros anos de vida a criança recebe todos os tipos de presentes, e, no final das contas, é inevitável que os pais tenham o desejo de decorar o ambiente com todo o tipo de itens infantis.

Porém, nunca se esqueça de que quanto mais coisas houver no cômodo, mais penosa e demorada será a missão de mantê-lo impecavelmente limpo. Quanto menos objetos no ambiente, menos sujeira e muito menos bagunça. Busque manter o quarto do seu filho organizado e com o mínimo de itens possível. Dessa forma, evita-se a acumulação de pó e a hora da faxina fica bem mais fácil.

Leve o bebê para longe da faxina

No momento em que for limpar o quarto do bebê, procure colocá-lo em outro cômodo da casa. Se o pai e a mãe estiverem em casa no momento da faxina, combinem quem ficará com o pequeno e quem vai tomar conta da limpeza. Essas atividades frequentemente envolvem o manuseio de alguns produtos químicos, causam a movimentação da poeira, exigem a utilização de aparelhos eletrodomésticos, como o aspirador, e tudo isso pode colocar em risco o bem-estar e a saúde do seu bebê.

Crie uma rotina organizada

Manter um quarto de criança devidamente limpo e em ordem envolve a execução de muitas tarefas, que devem ser realizadas em várias etapas. Construir uma rotina de limpeza organizada, que se adeque às suas necessidades e à sua disponibilidade de tempo certamente vai poupar muito do seu esforço, mantendo seu dia a dia nos eixos, sem deixar de cuidar do bem-estar do seu filho.

Aprenda a dividir suas tarefas como lhe for mais conveniente, escolha os melhores horários para você e seu parceiro, e mãos à obra. Muitos pais e mães trabalham fora o dia todo, mas ainda assim precisam dar conta da limpeza da casa e, em especial, do quarto da criança. Estabelecer dias específicos para realizar determinadas tarefas pode ajudar muito a manter tudo sob controle.

O segredo é fazer um pouco por dia, para que as tarefas não se acumulem, gerando sobrecarga de trabalho.

A partir da leitura das dicas acima, deu para perceber que manter limpo o quarto do bebê exige alguns cuidados especiais, mas não é algo impossível de se fazer, não é mesmo?

Se você deseja fazer com que o cantinho do seu filho seja o local mais seguro e saudável da casa, trabalhe na organização de uma rotina e preste a devida atenção ao que será utilizado durante a limpeza, estabelecendo como a faxina será feita. Assim, certamente o quarto do seu bebê será o local mais aconchegante casa e contribuirá para a saúde da criança.

Gostou das nossas dicas para limpar o quarto do bebê? Queremos saber sua opinião! Compartilhe conosco suas impressões e diga-nos de que maneira você mantém o quarto do bebê limpo e organizado!

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    (CRM: 876879RJ)
    Graduação em Medicina pela Universidade Estácio de Sá;
    Residência Médica em Pediatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Certificado de Atuação na Área de Endocrinologia Pediátrica (CAAEP)- RJ; Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.