Gravidez

7 motivos para caminhar durante a gravidez

A gestação é um período que geralmente muitas mulheres relacionam com a falta da necessidade de se exercitar, muitas por medo de que isso possa afetar a saúde do bebê, enquanto outras relatam sentir ainda muito mais cansaço e desânimo durante estes próximos meses. É claro que as gestantes não podem, e nem devem, fazer atividades físicas extremas durante o período de formação do bebê, porém a prática de exercícios leves e caminhar durante a gravidez pode ser extremamente importante para a manutenção da saúde da mãe e de seu filho.

Uma das atividades recomendadas é a caminhada, que relaciona baixa intensidade com boa resposta estimulante para o organismo. No texto de hoje separamos 7 motivos para incentivar você, futura mamãe, a caminhar durante a gravidez. Venha conferir!

7 motivos para caminhar durante a gravidez

Ajuda a regular a circulação

Um dos maiores benefícios da prática de atividade física é a regulação da circulação sanguínea por todo o organismo. Na caminhada esse benefício também é observado e para as gestantes existe uma enorme vantagem na melhora da circulação sanguínea, já que graças ao desenvolvimento do bebê algumas veias e artérias podem ter dificuldade para bombear o fluxo de sangue em algumas regiões, causando principalmente no final da gravidez, inchaços nos membros inferiores.

Fortalecimento da musculatura

Caminhar ajuda a fortalecer bastante a musculatura dos membros inferiores e da região abdominal. O fortalecimento do músculo das pernas ajuda a diminuir a incidência de varizes, câimbras e desconfortos dessa região, enquanto o fortalecimento da região abdominal vai ajudar a mãe a sustentar o peso do bebê que só aumenta com o passar dos meses.

Melhora a disposição

A atividade física é comprovada como um estimulante da disposição do humano, já que ela é capaz de aumentar a secreção de um hormônio chamado serotonina, responsável pela produção de bem estar e relaxamento no indivíduo. Para as gestantes, a produção desse hormônio vai ajudar a deixá-las mais dispostas durante os próximos nove meses, além de diminuir significativamente o risco de depressão pós-parto.

Ajuda no encaixe do bebê

Muitas mães têm que passar por cesarianas porque o bebê não “encaixou” direito no espaço reservado para ele na estrutura óssea dos quadris. A caminhada é uma ótima maneira de ajudar o bebê a se posicionar corretamente nos quadris, já que ela estimula o movimento nessa região. Mesmo que não possamos comprovar que o exercício seja capaz de definir a posição do bebê, pode sim ajudar.

Controle do peso

A manutenção do peso é, talvez, uma das maiores virtudes da prática da caminhada para as gestantes. Sabemos que o ganho de peso é essencial para a saúde do bebê, porém ele não pode ser exagerado, já que isso pode ser prejudicial para o desenvolvimento da criança e da saúde da sua mãe. Por isso, caminhar regularmente pode ajudar a acelerar o metabolismo e queimar as calorias excessivas ingeridas pela gestante, diminuindo também o risco de desenvolver doenças como a diabetes gestacional e a eclâmpsia.

Manutenção do condicionamento físico

Muitas mulheres são consideradas fisicamente ativas antes de engravidarem. Porém a falta de prática de atividades físicas faz com que a grande maioria perca qualidade no seu condicionamento físico, sentindo dificuldade de retomar a rotina de exercícios após o nascimento do bebê. Para evitar essa queda brusca no condicionamento, a caminhada pode ser uma importante aliada. Assim, a mulher continua ativa durante a gestação, evitando dificuldades ao retornar aos exercícios.

Maior compreensão do corpo

Quando a mãe se movimenta, ela começa a compreender os novos limites de seu corpo, que muda muito durante a gestação. Esse período de auto-conhecimento ajuda as futuras mamães a aceitarem melhor as mudanças e se relacionarem melhor com a gestação.

Se você quer fazer da caminhada uma parte da sua rotina, não esqueça de consultar seu médico para verificar se você está liberada para se exercitar sem nenhum tipo de risco para sua saúde e a do seu bebê.

Não se esqueça também de priorizar caminhar em horários com baixa intensidade do sol (antes das 10h da manhã ou após as 16h) usando sempre protetor solar por causa do risco de manchas na gravidez resultantes da exposição ao sol , e de se alimentar bem para não correr risco de passar mal durante o exercício.

A caminhada já é parte da sua rotina diária? Conte para nós um pouco como é sua experiência de caminhar durante a gravidez!

Categorias: Gravidez , Saúde na gravidez

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.