Criança

Como limpar os ouvidos, nariz, coto umbilical e olhos do bebê?

Cuidar da higiene do bebê é muito importante para que ele fique limpinho e saudável, mas também serve como um momento de troca de carinho entre a mãe e o filho. Mas é preciso aprender direitinho como limpar os ouvidos, nariz, coto umbilical e também os olhos do bebê, — lembrando que tudo deve ser feito cuidadosamente, já que esses órgãos ainda estão frágeis e delicados.

Lembre-se de que, além de limpo e cheiroso, o seu bebê também ficará protegido de várias doenças que podem ser causadas ou agravadas — caso ele esteja com alguma inflamação em uma dessas áreas — se a correta higiene não for feita. E se houver algum machucadinho, o processo deve ser ainda mais cuidadoso.

Veja agora o passo a passo para limpar cada uma dessas áreas do corpinho do seu filho:

Como limpar os ouvidos do bebê

Orelha e ouvido externo

Para a limpeza do ouvido externo, passe as hastes flexíveis em toda a área externa da orelha e também no início do ouvido, mas nunca dentro dele, porque o canal auditivo do bebê é ainda muito curto, podendo ser machucado facilmente. Faça a higienização uma vez ao dia ou de acordo com a quantidade de produção de cera.

A cera protege o ouvido, então não deve ser removida. Mas se você notar um acúmulo exagerado, deixe como está e na próxima consulta com o pediatra ele avaliará se é necessário fazer uma limpeza na área interna do ouvido para retirar o excesso.

Mas atenção, mamãe, a cera tem cor amarela e é pegajosa. Se ela estiver muito líquida e/ou de outra cor, poderá indicar que o bebê está com alguma infecção, como uma otite (inflamação no ouvido), por exemplo. O melhor a fazer é deixar como está e levá-la ao médico o quanto antes.

Atrás das orelhas

Já a limpeza atrás das orelhas merece uma atenção especial, pois, devido às suas dobrinhas e também por causa das glândulas que produzem gordura, é uma região que poderá acumular mais sujeira — que nada mais é do que uma mistura de secreção com as partículas de poeira do ar. Se a limpeza não for bem feita poderá ser contaminada com bactérias, resultando em crostas com cheiro forte.

Então, para limpar atrás das orelhas você deve usar um algodão embebido em água morna, deslocando suavemente a orelha para frente e “esfregando” o algodão suavemente para uma limpeza completa.

Como limpar o coto umbilical do bebê

A queda do coto do bebê (que nada mais é que uma parte bem pequena do cordão umbilical) acontece entre o sétimo até cerca do vigésimo dia de vida do bebê. Enquanto o coto umbilical não cair, são necessários cuidados especiais na área, e a limpeza deve ser feita após cada troca de fralda e também após o banho para evitar infecções.

Pode parecer trabalhoso ter que fazer a limpeza do coto umbilical tantas vezes ao dia, mas lembre-se de que ele levará no máximo 21 dias para cair, ou seja, o trabalho vai durar menos de um mês.

Para fazer a limpeza, use um cotonete embebido em álcool 70% (vendido em farmácias) e deixe secar naturalmente. Quando ele estiver bem seco cubra-o com a fralda, mas não coloque faixas na região, pois podem abafar a área propiciando o crescimento de mico-organismos que podem causar alguma infecção. Proteja sempre a genitália do bebê para que o álcool do umbigo não escorra para esta, o que pode provocar desconforto e ardência neles, já que estas são extremamente sensíveis.

Limpar o coto do bebê não causa dor, mas alguns bebês podem ficar incomodados pelo contato da pele da barriguinha com o líquido frio ou sentir um leve ardor devido ao álcool usado na limpeza.

É bom lembrar que no lugar do coto ficará uma feridinha, que leva de uma semana até 10 dias para cicatrizar. Durante esse período, continue limpando da mesma maneira.

Como limpar o nariz do bebê

Para limpar, use as hastes flexíveis, que devem ser passadas apenas ao redor da abertura das narinas. Nunca coloque a haste profundamente nos buraquinhos do nariz para evitar que os canais sejam machucados. E não se incomode com o muco, já que ele é uma barreira mecânica natural que protege o nariz das infecções.

Como limpar os olhos do bebê

Por serem muito sensíveis, os olhos do bebê devem ter uma atenção ainda mais especial na hora da limpeza, já começando pelas mãos da mamãe ou do papai, que devem estar completamente limpas. A higienização é dividida em limpeza propriamente dita, massagem e término da tarefa enxugando delicadamente os olhos. Confira cada uma dessas etapas:

Limpeza dos olhos

A mamãe deve limpar os olhos do seu bebê uma vez por dia e o melhor momento é na hora do banho. Com a banheira cheia de água na temperatura indicada para o banho, pegue uma gaze ou chumaço de algodão limpo e, antes de colocar o bebê na banheira, umedeça o algodão na água morninha do banho.

Comece passando o algodão molhado a partir da pálpebra superior e vá descendo na direção dos cílios. Lembre-se de usar um algodão, gaze, ou fraldinha de pano para cada olho, para evitar uma indesejável contaminação.

Massagem nos olhos

Com o bebê já dentro da banheira, comece a fazer uma massagem suave e delicada do canto interno dos olhos do bebê descendo até as narinas com o seu dedo indicador — essa massagem deve ser feita sempre de cima para baixo — e termine fazendo uma leve pressão. Faça a massagem em um lado por vez e depois repita a operação.

O momento de enxugar os olhos do bebê

Ao terminar o banho, enxugue delicadamente os olhos do seu bebê. Para isso, enrole o seu dedo indicador numa toalha bem macia ou fralda de pano. Então, pressione o dedo contra a pálpebra de maneira suave, sem esfregar.

O que não deve ser usado para limpar os olhos dos bebês

Não é indicado o uso de hastes flexíveis nos olhos do bebê, pois qualquer movimento brusco que ele fizer, poderá se machucar.

Também não deve ser utilizada água boricada na limpeza dos olhos dos bebês, já que seu uso é feito apenas em crianças maiores de 12 anos e adultos — mesmo neles, ela não deve ser aplicada na parte interna dos olhos.

E então, gostou das dicas de como limpar os ouvidos do bebê e demais áreas sensíveis? Se ainda restarem dúvidas, conte pra gente quais são elas!

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.