Criança

Cuidados ao viajar de carro com o bebê

Viajar de carro com o bebê pode parecer um grande desafio para os novos papais e mamães. Afinal, a rotina de um casal muda completamente após a chegada do pequeno. Como consequência, é comum que a família abra mão de algumas atividades, como passear e conhecer lugares novos.

Não é para menos: as necessidades de uma criança são bem peculiares e exigem dos pais muito cuidado e atenção. No entanto, isso não significa que a família estará fadada a nunca mais fazer uma boa e animada viagem. De jeito nenhum!

Essa pode ser uma excelente opção de lazer para toda a família. Uma aventura assim demanda dos pais apenas uma dose extra de atenção e planejamento. Pensando nisso, listamos uma série de cuidados ao viajar de carro com o bebê, desde recomendações relacionadas à segurança do carro até dicas de segurança com recém-nascidos.

Tudo, é claro, para que vocês façam uma viagem inesquecível, mantendo todos os riscos e perigos bem longe desses dias de curtição. Confira!

Cuidados com o carro

Não se esqueça da cadeirinha

A cadeirinha é o primeiro item do seu checklist de cuidados ao viajar de carro — ela é uma obrigação constante na legislação de trânsito brasileira. Assegure-se de que a cadeirinha ou bebê conforto que você comprou possui o selo do Inmetro, pois isso garante que ela foi devidamente testada e trará segurança para o seu filho.

Siga as recomendações de instalação do fabricante, pois se a cadeirinha não for corretamente posicionada, a segurança do seu bebê poderá ficar comprometida.

Nem pense em percorrer um quilômetro que seja com o bebê fora da sua cadeirinha ou bebê conforto, ok? Sempre que precisar tirá-lo do assento, pare o carro em um local seguro e só retorne à estrada quando ele estiver confortável e com cintos afivelados.

Ah, não precisamos nem falar que é proibido transportar crianças no colo, no porta-malas ou utilizando o cinto de segurança dos adultos, não é mesmo? Tenha cuidado e não descuide disso!

Preste atenção na temperatura do ar-condicionado

O ar-condicionado é um excelente aliado das viagens, principalmente daquelas que passam por regiões muito quentes. No entanto, tenha cautela na regulagem da temperatura — o ideal é que ela fique entre 23 ºC e 25 ºC.

Além disso, é importante certificar-se de que não está indo muito vento em cima do bebê. Para que ele fique confortável, o recomendado é colocar uma manta na cadeirinha. Entretanto, cuidado para não deixar a criança suar demais ou passar calor.

Cheque os freios e pneus

Essa recomendação serve não só para viagens de carro com crianças, mas é um cuidado que você deve ter em toda e qualquer viagem. Verifique as condições do pneu e estepe — em caso de pneus carecas, faça as trocas antes de pegar a estrada. Revise também os freios: dê uma passada em uma oficina e verifique as pastilhas e o fluido.

Durante o trajeto, mantenha o seu celular sempre carregado, o número da emergência e do seguro sempre à mão e nunca (nunca mesmo) dirija com sono. Às vezes, simples cuidados evitam acidentes e dores de cabeça de grandes proporções.

Acione dispositivos de segurança

Antes de iniciar a viagem, acione as travas de segurança das portas traseiras (aquelas que impedem que elas sejam abertas por dentro). Isso evita a abertura acidental da porta com o carro em movimento, o que pode resultar em acidentes.

Cuidados com o bebê

Pense nas comidinhas

A maioria dos adultos adora dar uma boa beliscada durante a viagem. No entanto, com as crianças é diferente — principalmente quando ainda bebês. Elas enjoam facilmente e isso pode atrapalhar o passeio. Por isso, se estiver viajando com o seu filho mais novinho, planeje seu tempo de estrada contando com o período de parada para fazer lanches.

Se o bebê ainda estiver mamando, a pausa é indispensável. Afinal, como já falamos, a criança não pode ficar nem por um segundo fora da cadeirinha. Em todos os casos, prefira lanchinhos leves e saudáveis para que o pequeno se sinta confortável.

Além disso, é importante evitar comidas que podem fazer sujeira — como iogurtes, sucos de caixinha e algumas frutas. Prefira os alimentos mais secos, como maçãs e bananas cortadas, cereais matinais e bolo caseiro sem cobertura.

Não exagere nas malas

Transportar uma criança não é nada fácil: são infindáveis os apetrechos necessários para cuidar de um bebê. Portanto, tente ser maleável e faça uma mala mais enxuta. Nada de levar um trocador, por exemplo. Um trocador portátil é bem menor e funciona bem durante uma viagem.

Leve os itens indispensáveis, como a cadeirinha, o carrinho de passeio e uma boa mala de roupinhas e calçados. Organize tudo com antecedência, assim você terá tempo de lembrar-se de algum item que esqueceu. Leve um kit para emergências médicas com termômetro, analgésico e remédio para febre.

Prepare também uma malinha pequena para levar dentro do carro junto com vocês. Nela não poderão faltar duas ou três mudas de roupa, fraldas, toalhas, filtro solar, repelentes, alguns lanches e lenços umedecidos.

Tenha em mãos opções de lazer

Dependendo do destino e do roteiro escolhido para a viagem, pode ser que vocês passem boas horas na estrada. As crianças você sabe como são: não param quietas!

Por isso, se sua viagem for um pouco mais demorada, pense em algumas opções de lazer para distrair o seu bebê naqueles momentos em que ele estiver entediado. Você pode separar alguns bonecos ou livrinhos pequenos para apresentar aos poucos à medida que ele se mostrar entediado.

Outra solução é separar papel e adesivos e criar uma brincadeira durante a viagem. Os pequenos adoram essas atividades de colar e descolar. Com isso, o seu filho ficará entretido durante o percurso e você poderá ficar mais atento à estrada e ao trânsito.

Atenção às roupinhas e à proteção da pele

Outro item que merece atenção é o vestuário. É preciso escolher roupinhas adequadas ao clima. Não se esqueça de que, provavelmente, vocês ligarão o ar-condicionado do carro. Por isso, verifique se o seu bebê está confortável com a temperatura e evite que ele fique com muito calor ou que passe frio.

Lembre-se, ainda, dos cuidados com a pele. É bem provável que em algum momento da viagem o sol “bata” no bebê — por isso, é muito importante mantê-lo a salvo dos raios UV. Use o protetor solar adequado para a idade do seu filho e não se esqueça de instalar protetores de janela (aqueles que bloqueiam a passagem da luz solar).

Cuidados gerais ao viajar de carro com o bebê

Programe a sua viagem em um horário estratégico

Escolher bem o horário em que você vai sair é fundamental para fazer uma viagem tranquila. Nesse momento, existem algumas estratégias que podem ser adotadas.

Se o percurso não for muito longo, uma boa prática é sair nos horários que o bebê costuma dormir. Se ele gosta de dar um bom cochilo depois do almoço, por exemplo, pode ser interessante programar-se para pegar a estrada nesse período.

No entanto, se a sua viagem for muito longa, existe outro fator que deve ser levado em consideração: o calor. Não vai ser nada agradável para o bebê viajar durante quatro, cinco ou até mesmo seis horas no meio da tarde. Nesses casos, portanto, o ideal é optar por horários mais frescos.

Além disso, é sempre interessante fugir de vésperas de feriados ou períodos de trânsito muito intenso. É preferível perder um dia de passeio e pegar a estrada no dia seguinte, em um horário mais tranquilo.

Evite viajar com recém-nascidos

Quem deseja viajar com recém-nascidos devem ter atenção redobrada quando precisam percorrer longas distâncias de carro. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Bristol, as crianças com menos de um mês de vida não devem ficar mais de 30 minutos na cadeirinha do carro.

O estudo concluiu que, passado esse período, os níveis de oxigênio no sangue dos bebês pequenos caem de forma significativa e a frequência cardíaca sobe. Por isso, se for possível, o melhor é evitar viajar se o seu filho ainda for muito pequeno.

Se não houver outro jeito, recomendamos procurar um pediatra para que ele te dê todas as orientações necessárias para uma viagem tranquila. Além disso, é essencial que um adulto permaneça ao lado do recém-nascido durante todo o percurso a fim de checar se ele está respirando corretamente.

Faça paradas regulares

Seja qual for o tamanho do seu bebê, certamente ele não vai aguentar ficar dentro do carro por longos períodos. Por isso, programe-se e realize paradas regularmente — se possível, a cada duas horas.

Uma boa dica é pesquisar lugares divertidos no caminho para distrair os pequenos. Mesmo que você precise desviar um pouco do trajeto original, essa é uma excelente estratégia para tornar a viagem mais divertida e menos cansativa para eles.

Existem paradas com brinquedos e playgrounds. Além disso, pode ser que no meio do seu trajeto haja um mirante, uma praia escondida, uma pracinha bonita, enfim. Procure informações na internet e peça indicações para amigos. Só não se esqueça de checar como é a segurança do local, ok?

Vale destacar que, em caso de trajetos muito longos, é importante parar e dormir. Além de ser mais agradável para o bebê, isso é essencial para garantir a segurança de toda a família — afinal, você também pode se cansar após muitas horas na estrada, não é? O ideal, portanto, é reservar um hotel ou pousada em alguma cidade simpática no trajeto.

Tenha a companhia de outro adulto

Não é uma boa prática viajar de carro sozinho com o bebê — principalmente se ele for muito pequeno. Por isso, sempre que possível, programe-se para pegar a estrada na companhia de outro adulto. Pode ser o seu marido, o filho mais velho ou a babá do pequeno.

Dessa forma, você consegue prestar atenção no trânsito enquanto a outra pessoa fica responsável por distribuir os lanchinhos, promover brincadeiras, checar se o bebê está confortável, etc.

Escolha uma boa trilha sonora

Se o seu bebê tem facilidade para dormir escutando música, uma boa dica é colocar as canções preferidas dele no pen-drive ou no seu celular. Durante a viagem, deixe o volume baixinho e dê preferência para os ritmos mais suaves e calmos.

No entanto, certifique-se de que a trilha sonora não está agitando a criança, em vez de tranquilizá-la. Se esse for o caso, prefira o silêncio.

Vá devagar

Além de ser mais seguro, viajar devagar evita que o bebê sinta desconfortos com possíveis mudanças de pressão — na descida para o litoral ou na subida para a montanha, por exemplo.

Por isso, não tenha pressa e viaje na menor velocidade possível para que o pequeno se adapte à diferença de altitude. Além disso, nas paradas é importante dar algo para a criança sugar (peito, chupeta, mamadeira, etc), já que isso despressuriza as vias respiratórias.

Programa-se e faça um checklist antes de sair

Como dissemos, programar a viagem é essencial para evitar esquecer algum item importante. Por isso, é fundamental que você planeje todos os detalhes. Dessa forma, fique atento às seguintes dicas:

  • defina os horários de partida e das paradas durante o trajeto;
  • pesquise os locais onde vocês vão lanchar, almoçar, trocar fraldas ou distrair os pequenos;
  • pense em quais brincadeiras você pode fazer para tornar a viagem divertida;
  • arrume as malas com bastante antecedência;
  • faça uma lista com todos os itens indispensáveis do passeio.

Além de planejar-se, é fundamental fazer um checklist antes de pegar para a estrada. Nesse momento, certifique-se de que tudo está dentro do carro ou das malas:

  • água fresca para crianças e adultos;
  • lanches;
  • paninhos, fraldas, toalhas, pomadas antiassaduras e lenços umedecidos;
  • sacos plásticos para guardar restos de comida, roupa molhada, etc.;
  • trocador retrátil;
  • travesseiro;
  • protetor solar e repelente para mosquito;
  • chapéus e bonés para proteger o bebê do sol;
  • brinquedos e outras distrações (tablet, livrinhos, etc);
  • roupinhas, calçados, mamadeiras e chupetas (se for o caso);
  • remédios e outros itens de primeiro socorros;
  • cópia do documento do bebê e da carteira do plano de saúde.

Como pudemos ver, não é tão difícil assim fazer uma viagem de carro com o seu filho, não é mesmo? Com um pouco de cuidado e um outro tanto de atenção, vocês farão um passeio seguro e tranquilo e, certamente, guardarão na memória esse momento feliz em família.

Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para compartilhar este conteúdo nas suas redes sociais. Assim você divide com os seus amigos essas recomendações sobre cuidados ao viajar de carro com o bebê e contribui com passeios mais seguros.

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    Dra. Mariana Mader Pires de Castro

    (CRM: 876879RJ)
    Graduação em Medicina pela Universidade Estácio de Sá;
    Residência Médica em Pediatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Residência Médica em Endocrinologia Pediátrica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
    Certificado de Atuação na Área de Endocrinologia Pediátrica (CAAEP)- RJ; Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.