Criança

Conheça as melhores roupas de inverno para bebês

As temperaturas vão caindo e o cuidado com a proteção do bebê contra o frio deve ser redobrado para garantir seu conforto e bem-estar, além de evitar as doenças típicas do outono e inverno, como gripes, tosses e resfriados. No nosso post de hoje, vamos falar sobre as melhores roupas de inverno para bebês, além de dar dicas sobre como deve ser o banho, os passeios e as ações cotidianas do pequeno nos dias mais frios.

Boa leitura!

Como escolher roupas de inverno para bebês?

As roupas de inverno do bebê devem ser preferencialmente de algodão. Além de mais confortável, esse material é mais macio, reduzindo os efeitos do atrito do tecido com a delicada pele do bebê. O algodão também retém melhor o calor e deixa o bebê mais quentinho.

Evite as lãs, pois elas podem causar irritações na pele e alergias. Além disso, elas não absorvem bem o suor e podem dificultar a troca de calor do corpo do bebê com o ambiente — quanto mais nova a criança, menos desenvolvido é seu sistema de controle da temperatura corporal.

Se desejar usar uma roupinha de lã, coloque um body de algodão por baixo para evitar o contato direto com a pele do bebê.

Uma das grandes dificuldades para vestir o bebê no outono e inverno é se adequar às mudanças bruscas de temperatura ao longo do dia. A melhor solução nesse caso é vestir o bebê com camadas de roupas.

Coloque um body e uma calça mais frescos por baixo e um macacão mais quentinho por cima. Outra opção é colocar um body de manga comprida e uma calça quentinha e um casaco por cima. Assim, você pode tirar as peças à medida que o tempo esquenta e recolocá-las se o frio aumentar, mantendo sempre o bebê confortável.

Proteja as extremidades do corpo do bebê — mãos, pés e cabeça — pois ele perde calor mais fácil que os adultos. Use luvas, meias e gorrinhos de algodão.

Como saber se o bebê está com frio?

Mãozinhas e pezinhos frios podem não ser bons indicativos da temperatura corporal do bebê, pois, por serem extremidades, perdem naturalmente mais calor.

A temperatura corporal deve ser observada no tronco — barriguinha e costas — e no pescoço do bebê. Se essas partes estiverem mais frias, é hora de agasalhar o pequeno um pouco mais.

Os bebês se mostram mais desconfortáveis com o calor que com o frio. Quando estão com excesso de roupas, ficam inquietos e irritados, suam bastante e não conseguem dormir. Por outro lado, quando estão com frio, podem tremer e ficar pálidos ou mesmo apáticos.

Soluço é sinal de frio?

Embora os soluços possam aparecer quando há uma mudança de temperatura corporal — quando você tira a roupa do bebê em um ambiente mais frio, por exemplo — eles não são bons indicativos de que o bebê está com frio, especialmente os recém-nascidos.

Isso porque, o controle do músculo do diafragma ainda é muito imaturo até os seis meses de idade. Assim, qualquer coisa que irrite essa musculatura, como a ingestão de ar durante as mamadas, provoca soluços.

Como vestir o bebê de acordo com a sensação térmica?

Os bebês, mesmo os recém-nascidos, têm uma sensação térmica muito parecida com a de crianças maiores e os adultos. Dessa forma, se você estiver com frio, ele também estará.

No entanto, como os bebês têm mais dificuldade para manter a temperatura corporal, a dica é colocar nele uma peça a mais que a que você estiver usando. Por exemplo: se você está com uma blusa de manga curta, coloque no bebê uma de manga longa. Se você está com uma de manga longa, acrescente nele um casaco.

Como agasalhar o bebê para dormir no inverno?

As noites de inverno são bem mais geladas, e é preciso manter o bebê aquecido e confortável para que ele durma bem. A recomendação, mais uma vez, é colocar camadas de roupa, com um pijama quentinho por cima. As flanelas são excelentes opções para o pijaminha.

Evite cobrir o bebê com mantas, cobertores e edredons, em especial os recém-nascidos, para evitar sufocamento. Se for usá-los, o bebê só deve ser coberto da barriga para baixo, mantendo o rostinho livre.

Os sacos de dormir são excelentes alternativas para manter o bebê quentinho e seguro. Os modelos com zíper frontal facilitam a troca de fraldas noturna.

Mesmo nos dias mais frios o bebê deve dormir no berço, onde é mais seguro que na cama dos pais.

Quais são os cuidados com o banho?

No inverno, os melhores horários para dar banho no bebê são o fim da manhã e o meio da tarde, quando a temperatura está mais elevada.

O banho deve ser rápido e em um ambiente aquecido e sem correntes de ar — verifique sempre se as portas e janelas estão bem fechadas.

A água não pode ser muito quente, para evitar queimaduras e ressecamento da pele do bebê — 37º é a temperatura ideal. Se não tiver um termômetro, use o seu antebraço ou a palma das mãos, que são mais sensíveis, para verificar a temperatura da água.

Separe todos os artigos do banho, como toalha, sabonete e roupas, antes de tirar a roupa do bebê. O banho e a troca de roupas devem ser feitos no mesmo ambiente, para evitar o choque térmico.

Quais são os cuidados na hora do passeio?

Evite sair com o bebê antes das 10 horas e após as 17 horas, que são os períodos mais frios do dia.

Evite os locais com grande aglomerado de pessoas, como os shoppings, pois nessa época do ano a circulação de vírus da gripe e resfriado é maior.

Bebês menores de dois meses devem ficar em casa. Eles têm menor resistência a vírus e bactérias e ainda não receberam a primeira dose das principais vacinas dessa idade — pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, meningite e outras infecções causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b e a Hepatite B), pneumocócica, rotavírus e poliomielite — e são mais suscetíveis às doenças.

Como deve ser o ambiente do bebê durante o inverno?

Mesmo nos dias mais frios é preciso abrir as janelas para ventilar o quarto do bebê e a casa, reduzindo a circulação de fungos, vírus e bactérias.

No inverno, o tempo fica mais seco, favorecendo o aparecimento de doenças respiratórias. Para melhorar a qualidade do ar em casa, use toalhas molhadas ou bacias com água no quarto do bebê.

Cuidado com o uso de aquecedores que podem reduzir ainda mais a umidade do ambiente. Os umidificadores de ar também devem ser usados com cautela, pois podem facilitar a proliferação de fungos.

Tenha sempre à mão álcool em gel 70% para higienizar as mãos — suas e das visitas – quando for manipular o bebê, especialmente os recém-nascidos.

Com esses cuidados seu bebê vai passar o primeiro inverno com muita saúde sem perder o estilo.

Gostou do nosso artigo sobre roupas de inverno para bebês? Siga nossas redes sociais — Twitter, Facebook, Instagram e YouTube — e não perca nada do nosso conteúdo!

Categorias: Criança

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.