Gravidez

Cuidados com o sexo depois do parto

O parto é um momento muito íntimo e esperado pelos pais, mas também traz fortes implicações tanto do ponto de vista psicológico quanto físico, especialmente para a mamãe. A chegada do bebê é ímpar e muito discutida tanto nos meios médicos como na sociedade e, por essa razão, também é cercada de mitos e lendas. No entanto, apesar de sua suma importância, o período posterior ao parto não chega a ser um bicho de sete cabeças. Tendo boas noções do que é ou não verdade e identificando as precauções necessárias para se recuperar do estresse físico e voltar às atividades normais do casal, especialmente ao sexo depois do parto, dá para passar por essa fase sem maiores complicações.

Confira alguns cuidados para o sexo depois do parto e retome com tranquilidade a rotina do seu relacionamento:

Quanto tempo devo esperar para voltar à vida sexual?

A gestação e o parto são momentos lindos na vida da mamãe e de todos na família, mas é preciso levar em conta que também é algo estressante para o organismo. O útero de uma mulher que nunca teve filhos pesa em torno de noventa gramas, porém, ao final do período gestacional, ele abriga um neném com aproximadamente três quilos e meio e pode chegar a cinquenta centímetros! Isso representa uma alteração considerável, tanto anatômica quanto fisiológica, e um período precisa ser respeitado para que o corpo se recupere.

Além disso, essa fase é marcada por mudanças hormonais consideráveis e muitas mulheres experimentam sensações de cansaço e desânimo, o que torna ainda mais necessário o apoio do pai e de outros familiares (em caso de agravamento ou persistência dos sintomas, o médico precisa ser procurado!).

Por essas e outras razões, é indicado um período de resguardo em torno de seis semanas para só então retomar a vida sexual. Entretanto, isso pode variar de casal para casal e existem alguns que começam sem problemas um pouco antes, enquanto outros precisam de algum tempo extra. Consulte sempre o seu médico.

Amamentação e risco de gravidez

Outra questão muito abordada por casais no período pós-parto é se há risco da mulher engravidar de novo e se métodos anticoncepcionais são necessários. O fato é que a mamãe não é fértil logo após parir: a natureza é sábia e, especialmente se estiver amamentando, é muito difícil uma nova gestação. No entanto, é praticamente impossível prever quanto tempo vai durar essa fase — se a mulher voltar a menstruar, já é um sinal de que já estava fértil há cerca de duas semanas.

Para evitar problemas, discuta com seu parceiro e com seu médico o uso de um método anticoncepcional que não seja prejudicial à saúde do seu bebê: os hormônios das pílulas não fazem bem ao leite materno, portanto, o uso de camisinha ou diafragma deve ser considerado.

Crenças populares

Mas nem tudo é proibido nesse período! O fato é que existem muitos mitos e crenças populares a respeito dessa fase, mas com sabedoria e equilíbrio dá para curtir muito esse momento a dois. A mulher não precisa ficar de repouso absoluto como muita gente acredita — claro, salvos os casos onde há indicação médica para isso. Com bom senso e uma comunicação clara com o seu médico, é possível ir voltando às atividades normais gradativamente.

Mitos como ter que ficar dias sem lavar a cabeça ou que a menstruação precisa vir o quanto antes para que o corpo se recupere (acredite, essas crenças existem!) estão completamente fora de cogitação e devem ser desconsiderados.

O sexo é parte importante de qualquer relação e, especialmente num momento bonito e delicado como o pós-parto, precisa ser conversado com muito amor e carinho. Tendo conhecimento das limitações causadas pela gestação e pelo nascimento, é possível retomar essa prática de forma segura e tranquila, gerando momentos ainda mais inesquecíveis para a família que acabou de crescer!

Tem alguma dúvida sobre o sexo depois do parto? Já passou por essa fase e tem alguma dica interessante para compartilhar? Deixe um comentário em nosso blog e conte para nós!

Categorias: Gravidez , Tipos de parto / Pós parto

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dr. Mauricio Artigas Grillo

    Dr. Mauricio Artigas Grillo

    (CRM: 12330PR)
    Médico Obstetra Sênior do Hospital Santa Cruz (Curitiba);
    Mestre e Doutor em Endocrinologia Ginecológica;
    Membro da Comissão de Gestação de Risco – FEBRASGO.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.