Células-Tronco

6 critérios para escolher onde armazenar células-tronco

Quem opta por realizar o armazenamento de células-tronco do cordão umbilical após o nascimento de seu filho se preocupa bastante com a qualidade do serviço e com o banco que vai se encarregar de coletar e guardar esse rico material biológico. Essa escolha deve ser criteriosa, afinal, essa será uma relação de longo prazo. A literatura científica atual já relata a viabilidade de células-tronco criopreservadas há mais de 23 anos e esse fato sugere que as células-tronco, uma vez criopreservadas, possam estar viáveis por tempo indefinido. Portanto, é preciso saber escolher muito bem qual será o banco que vai prestar esse serviço para você.

A escolha de um bom banco de armazenamento de células-tronco pode ser baseada em alguns simples critérios de avaliação. Conheça 6 deles e veja por que são tão importantes na hora de tomar essa decisão.

1 – Qualidade do serviço

O serviço do banco de armazenamento de células-tronco que você vai escolher deve contar com a melhor qualidade nos seus procedimentos. A maneira de você descobrir a qualidade desse serviço pode ser obtida através de recomendações médicas. Pergunte ao seu médico e informe-se em relação à atuação do banco nas regiões do país, às técnicas de coleta, transporte, processamento e armazenamento utilizadas, ao nível do atendimento e os serviços prestados antes, durante e depois da coleta das células.

Confira também se o banco possui o certificado da Associação Americana de Bancos de Sangue (AABB), assegurando padronização, qualidade e segurança dos serviços prestados. Uma boa maneira de começar a pesquisar por esses tipos de serviços é a internet, onde você vai poder navegar pelo site das empresas e conhecer suas técnicas de coleta e suas vantagens. Com a ajuda do seu médico, escolha aquela que, de acordo com esses parâmetros, apresenta a melhor qualidade no serviço prestado.

Assista o vídeo a seguir e entenda porque as certificações internacionais são importantes na hora de escolher um bom banco de armazenamento de células-tronco do cordão umbilical.

2 – Reconhecimento no mercado

O reconhecimento de mercado é um critério importantíssimo a ser avaliado por quem procura um bom banco de armazenamento de células-tronco. Confira quantos armazenamentos o banco realiza por ano, quantas unidades já foram utilizadas em transplantes e terapias em todo o Brasil (ou até para fora do país) e, novamente, se especialistas recomendam o trabalho realizado por essa instituição.

Dica: Confira o passo a passo da coleta das células-tronco do cordão umbilical

3 – Tempo de atividade

Um banco de armazenamento de células-tronco com longo tempo de atividade é garantia de pioneirismo e qualidade dos serviços prestados, mostrando que os procedimentos são confiáveis e frequentemente atualizados.

Visite o local e pergunte sobre as tecnologias utilizadas e qual é o tempo de experiência da equipe nessa prática. Não deixe de investigar todas as informações que foram repassadas a você na internet, com a ajuda do seu médico, avaliando a veracidade do que foi conversado e lhe trazendo ainda mais segurança para o momento de fazer a sua escolha.

Dica: Células-tronco do cordão umbilical: quais doenças podem ser tratadas?

4 – Recomendações médicas ou de conhecidos

Pergunte para conhecidos, médicos e clientes como eles se sentem em relação ao serviço prestado e a qualidade do atendimento. É importante que você se sinta seguro para procurar o banco sempre que julgar necessário, para receber informações sobre o armazenamento das suas unidades e também para quando for utilizá-las.

5 – Qualidade da comunicação e atendimento

Verifique se todo o material de divulgação está suportado por estudos científicos com respectivas bibliografias que confirmem a veracidade das informações. Verifique também se o banco estudado faz parte de associações do setor e se é atuante em projetos sociais na área de saúde. Essas ações podem deixar mais transparentes os valores e a ética do banco de armazenamento em questão.

Pergunte tudo para os consultores de vendas, tire todas as dúvidas e avalie a qualidade desse atendimento, que deve ser claro, atencioso e seguro, trazendo o máximo de tranquilidade para os pais tomarem uma decisão segura.

Conheça mais sobre nossos planos de coleta e armazenamento via WhatsApp!

6 critérios para escolher onde armazenar células-tronco

6 – Estabilidade financeira do serviço

É muito importante conhecer a estabilidade financeira de uma empresa que estamos contratando, especialmente quando se trata da prestação de um serviço de longo prazo. Garanta que o banco de armazenamento que você pretende contratar tenha boa saúde financeira e uma administração estruturada, que permita que seus serviços sejam prestados ainda por muitos anos. Levante informações como o nível de endividamento e principalmente, se é uma companhia rentável e geradora líquida de caixa.

Conheça os serviços prestados pela Cordvida e veja o que ela pode oferecer para você e sua família! Ainda tem dúvidas sobre bancos de armazenamento de células-tronco do cordão umbilical? Entre em contato conosco ou deixe aqui o seu comentário!

Categorias: Células-Tronco

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Roberta Pasianotto Costa Trofo

    Dra. Roberta Pasianotto Costa Trofo

    (CRM 98.256/SP)
    Graduação em Medicina - Faculdade de Medicina de Jundiaí, 1999;
    Residência Médica em Clínica Médica e Patologia Clínica/Medicina Laboratorial na Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP;
    Especialização em Hematologia e Hemoterapia na Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP;
    Título de Especialista em Patologia Clínica/Medicina Laboratorial pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial - SBPC.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.