Gravidez

Você sabe como identificar as contrações de Braxton Hicks?

Contração é uma palavra bastante conhecida pelas gestantes. Mas você sabe o que são as contrações de Braxton Hicks? As contrações uterinas são geralmente relacionadas ao trabalho de parto, porém, podem ocorrer bem antes da hora de o bebê nascer.

Isso faz com que elas sejam motivo de preocupação para as futuras mamães, em especial as de primeira viagem, que sentem todas as novidades e ansiedades pela primeira vez, sem saberem ao certo o que é normal e o que pode ser um sinal de alerta.

Neste artigo, vamos explicar melhor o que são as contrações de Braxton Hicks, por que elas acontecem, o que elas significam e quando há motivo para falar com o obstetra. Boa leitura!

O que são as contrações de Braxton Hicks?

Também chamadas de contrações de treinamento ou contrações falsas, elas são como um treino do corpo para o parto. Foram descritas, pela primeira vez, em 1872, pelo médico inglês John Braxton Hicks.

Elas são chamadas de contrações falsas porque não indicam que a mulher entrou em trabalho de parto, sendo diferentes, principalmente, em intensidade e frequência das contrações verdadeiras — que acontecem durante o trabalho de parto.

Dica: Como funciona a coleta de células-tronco para cada tipo de parto

Alguns especialistas acreditam que elas contribuam para o afinamento do colo do útero, preparando-o para a dilatação necessária para a passagem do bebê. Elas serviriam, ainda, para tonificar os músculos uterinos, deixando-os em forma para o parto.

Em que fase da gestação as contrações de treinamento são sentidas?

Essas contrações podem ocorrer em qualquer etapa da gravidez, o mais comum é se iniciarem na transição do segundo para o terceiro trimestre.

É importante dizer que nem todas as gestantes vão ter as contrações de treinamento — e não há nada de anormal nisso. É até possível que uma mulher as tenha na primeira gravidez e não as sinta na segunda e vice-versa.

O que pode desencadear as contrações de Braxton Hicks?

Essas contrações podem ocorrer repentinamente, sem que você tenha feito nada diferente, mas algumas ações também podem desencadeá-las:

Como saber se a contração é falsa ou verdadeira?

As contrações de Braxton Hicks têm características bem claras, que ajudam a identificá-las e a evitar um passeio desnecessário à maternidade.

Por isso, antes de ficar apreensiva com a barriga que endureceu de repente, observe os sinais abaixo, para descartar um alarme falso.

  • há um espaçamento longo entre uma contração e outra — elas acontecem apenas algumas vezes ao longo do dia;
  • são de curta duração — menos que 30 segundo, apesar de poderem durar um pouco mais em alguns momentos;
  • não acontecem mais que duas vezes por hora;
  • não há aumento de intensidade entre uma contração e outra;
  • param quando você muda de atividade ou posição — levanta-se, senta, caminha ou bebe um pouco de água, por exemplo;
  • são, geralmente, indolores, ainda que desconfortáveis;
  • são irregulares e sem ritmo — se ficam ritmadas, é por um curto período de tempo;
  • podem acontecer em apenas uma parte da barriga;
  • podem começar quando o bebê se mexe ou está em uma posição específica;
  • são sentidas na parte da frente do abdômen e na pelve — como fincadas ou sensação dolorida.

Confira no banner abaixo todas as orientações que você precisa para que o seu bebê chegue em um ambiente familiar confortável, organizado e muito seguro.

Como identificar as contrações verdadeiras?

Não é mentira quando dizem que você saberá quando as contrações são verdadeiras, especialmente quando a data provável do parto está próxima.

As contrações verdadeiras do trabalho de parto também são bem claras:

  • são dolorosas, como uma cólica menstrual intensa;
  • a intensidade das dores aumenta a cada contração;
  • são ritmadas e duram cada vez mais tempo — entre 30 e 90 segundos;
  • o intervalo entre uma contração e outra vai diminuindo ao longo do tempo;
  • não passam, mesmo se você mudar de atividade ou posição;
  • irradiam das costas, na região lombar, para a frente do abdômen.

Se as contrações começarem a ritmar, anote o espaço de tempo entre uma e outra e observe os demais sinais de trabalho de parto.

Dica: Saiba identificar os sinais de que você entrou em trabalho de parto

Como aliviar o desconforto das contrações de Braxton Hicks?

Embora, em geral, não sejam dolorosas, as contrações de Braxton Hicks podem ser bastante incômodas. Quando o parto está próximo, elas podem ser um pouco doloridas, com a sensação de fincadas na região pélvica ou como uma cólica menstrual fraca.

Algumas medidas bem simples podem aliviar esses desconfortos:

  • beber água — algumas vezes, a desidratação é a causa das contrações;
  • mudar de posição — faça uma caminhada, levante-se ou sente-se;
  • deitar sobre o lado esquerdo — melhora a oxigenação para o útero;
  • tomar um banho morno — a água morna vai ajudá-la a relaxar e aliviar o desconforto;
  • fazer exercícios de relaxamento e respiração — esses exercícios também podem ser feitos durante o trabalho de parto, para aliviar as dores;
  • esvaziar a bexiga — em alguns casos, as contrações são provocadas pela vontade de fazer xixi;
  • evitar esforços — eles também desencadeiam as contrações.

Clique no banner abaixo e saiba como investir na segurança e na saúde do seu bebê:

Quando se preocupar com as contrações de treinamento e buscar ajuda médica?

Ainda que as contrações falsas e as verdadeiras sejam bem diferentes, sempre que você se sentir insegura com as características das contrações que estiver sentindo, fale com o seu obstetra. Ele poderá orientá-la e tranquilizá-la sobre o que está acontecendo.

Alguns sinais não devem ser ignorados, e você deve procurar imediatamente o seu médico se as contrações — mesmo que indolores — vierem acompanhadas dos seguintes sintomas:

  • sangue ou secreção vaginal parecida com xixi ou água — a bolsa pode ter se rompido ou pode haver algum problema com a placenta, especialmente se você estiver com menos de 37 semanas de gravidez;
  • se, antes da 37ª semana de gestação, você sentir mais que 3 ou 4 contrações em um intervalo menor que uma hora — pode ser sinal de trabalho de parto prematuro;
  • redução clara dos movimentos do bebê — lembrando que é normal, no fim da gestação, o bebê se mexer menos, devido ao espaço reduzido e também porque ele precisa descansar;
  • se você está com mais de 37 semanas e as contrações ficarem ritmadas, durarem cerca de 60 segundos e começarem a acontecer de 5 em 5 minutos — seu bebê está a caminho!

As contrações de Braxton Hicks fazem parte de uma gestação saudável, assim, não há motivos para se preocupar com elas, exceto nos casos que citamos acima.

Categorias: Gravidez , Saúde na gravidez

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.