Células-Tronco

Células-tronco: como elas atuam no tratamento de doenças

Células-tronco, na verdade, são células com a capacidade de se dividir e se autorrenovar.” É assim que a especialista da CordVida define as células-tronco. Muita gente acredita que o estudo com base nesse tipo diferenciado de tecido é a salvação da vida no planeta Terra, mas será que essas células são realmente tão especiais assim?

Nos tópicos a seguir, você vai entender, de uma vez por todas, o que são as células-tronco, como elas funcionam no corpo humano e em quais tipos de tratamento de doenças elas podem ser usadas. Confira!

O que são as células-tronco?

As células-tronco são células que podem regenerar qualquer parte do corpo humano devido à sua capacidade quase inesgotável de se dividir e se renovar.

Outra questão interessante é que, se estimuladas, as células-tronco também podem se tornar outras células e formar novos tecidos e órgãos para o corpo humano. Apesar de ser uma descoberta revolucionária, ainda é preciso muito estudo para que essa questão seja realmente uma certeza.

Dica: Afinal, o que é cordão umbilical?

Muito se fala a respeito dessas células e sobre a sua capacidade de se tornarem novos tecidos ou órgãos e na possibilidade delas recuperarem tecidos com problemas e fragilidades porém, a maior parte desse tipo de tratamento ainda não está disponível a todos, sendo possível apenas em centros de pesquisa.

Assista ao vídeo abaixo e saiba porque as células-tronco do cordão umbilical são tão valiosas:

Quais são os tipos de células-tronco?

A medicina trata a questão das células-tronco a partir de três definições: embrionárias, adultas e pluripotentes induzidas (iPSCs). Veja abaixo como age cada uma delas ao entrar em contato com o organismo humano!

Embrionárias

As embrionárias são as células-tronco muito utilizadas atualmente por pesquisadores que tentam provar que elas podem regenerar tecidos e órgãos do corpo humano por completo. Estão presentes em embriões, mesmo os fetos, e são muitas.

Adultas

As células-tronco adultas são as menos regenerativas e com menor capacidade de renovação. Por já serem adultas, elas estão presentes nos órgãos comuns de um ser humano adulto, como fígado e a medula óssea. São as responsáveis pela reconstituição natural do fígado, por exemplo, mas são mais limitadas.

iPCSs

As células-tronco pluripotentes são células adultas que foram modificadas no laboratório para se tornarem embrionárias. Como o estudo com células embrionárias podem apresentar barreiras, esse tipo de célula foi ideal para conseguir se avançar nos estudos da área.

O uso da iPCSs é uma fonte de muita esperança para os estudos sobre células-tronco em todo o planeta. Com as células adultas transformadas em embrionárias, os pesquisadores têm avançado bastante nas descobertas promissoras que podem modificar a vida humana daqui a alguns anos.

No banner abaixo, acesse o conteúdo que a CordVida preparou e encontre, de forma clara, ética e transparente, respostas para o dilema de armazenar ou não as células-tronco:

Como funciona o tratamento com células-tronco extraídas do cordão umbilical? O que o cordão tem de especial?

Sempre que se fala em células-tronco em publicações especializadas ou até em programas de televisão, o cordão umbilical aparece como personagem principal, mas qual o porquê disso?

De acordo com o especialista da Cordvida, o cordão umbilical é muito rico em células-tronco adultas em sua fase mais primitiva, quando há maior capacidade de formação de outras células e, por isso, um amplo potencial de aplicações terapêuticas. As células-tronco encontradas no cordão umbilical podem ser utilizadas de diversas formas, na recuperação de vários tecidos e na melhora de muitas doenças. Por isso, elas são bem especiais.

Existem duas formas de extrair essas células do cordão umbilical: pelo sangue e pelo próprio tecido do cordão. As células retiradas do sangue do cordão são muito usadas em tratamentos de doenças da medula óssea, como é o caso de tipos específicos de câncer.

São vários os estudos em todo o mundo que tratam, especificamente, das células-tronco advindas do cordão umbilical pois a sua capacidade de ser pouco reconhecida como uma célula estranha ao organismo humano faz delas ainda mais especiais.

Dica: Como funciona células-tronco no tratamento de doenças no sangue?

Outro motivo importante do uso das células-tronco do cordão umbilical é que a coleta delas é muito simples. Não precisa de cirurgia ou outro tipo de procedimento: o sangue e o tecido do cordão são coletados na hora do parto e as células-tronco encontradas nesse material podem ser armazenadas por dezenas de anos sem perder as suas qualidades.

Quais doenças podem ser tratadas atualmente com essas células do cordão?

São mais de 80 tipos diferentes de doenças que são tratadas com o uso das células-tronco encontradas no sangue do cordão umbilical. As mais recorrentes são as que atacam a medula óssea, como a leucemia e outros tipos de tumores, ou doenças hematológicas, por exemplo.

É bom lembrar que os estudos continuam em andamento e pode-se descobrir muitos outros tipos de tratamento com o uso específico das células do cordão umbilical.

Quais doenças são pesquisadas para tratamentos futuros usando essas células?

Além de tipos específicos de câncer que podem ser tratados com o uso das células-tronco presentes no cordão umbilical, a medicina tem avançado tanto que pode estar no caminho de descobrir a recuperação para doenças e condições que até hoje são mistério em todo o mundo.

O autismo, por exemplo, pode ter um tratamento descoberto a partir desses estudos, assim como o tratamento para Acidente Vascular Cerebral e outras doenças ou condições do trato neurológico e psiquiátrico.

Assista ao vídeo a seguir e saiba mais sobre o uso de células-tronco do cordão umbilical no tratamento de doenças.

No futuro, será possível que o tratamento com células-tronco atue na cura do câncer?

As células-tronco já atuam no tratamento do câncer há mais de 30 anos. De acordo com a especialista da Cordvida, os transplantes de medula óssea provam isso. Porém, são válidos em tipos específicos de tumores, os que atacam a medula óssea.

São centenas de tipos de câncer diferentes e cada um deles requer uma forma variada de se tratar. Por isso, os estudos de células-tronco caminham para descobrir a recuperação de todas essas doenças, mas é preciso muita cautela e cuidado para não se tornar um verdadeiro charlatanismo.

O objetivo principal dos estudos de células-tronco é que se descubra formas de regenerar e renovar todos os órgãos e tecidos atacados por tipos diferentes de tumores para que se chegue ao tratamento de todos os cânceres, mas isso ainda não é uma realidade.

Conheça mais sobre nossos planos de coleta e armazenamento via WhatsApp!

Como o Brasil se insere no panorama internacional de pesquisa com células-tronco?

Esse é um grave problema. O investimento do país em pesquisa, ciência e tecnologia é pífio. O Brasil é uma das nações emergentes que menos investe nessa área e isso é muito perigoso. Não há, de forma abrangente, com alto recurso e apoio governamental, estudos no Brasil que desvendem e trabalhem com o uso das células-tronco como tratamento de doenças.

Claro que algumas universidades fazem pequenas pesquisas, mas nada grandioso demais para se conseguir respostas reais a respeito do uso das células-tronco. Muitos pesquisadores e professores brasileiros realizam trabalhos sérios e muito importantes por aqui, mas sem, praticamente, apoio financeiro algum. No entanto, fora do Brasil, essa é uma das áreas que recebe um enorme foco da comunidade científica mundial.

Acompanhamos permanentemente a evolução dos estudos com células-tronco no mundo e contamos, atualmente, com mais de 200 ensaios clínicos em andamento utilizando apenas as células-tronco do cordão umbilical para tratar as mais diversas doenças.

As células-tronco podem representar um avanço gigantesco no tratamento de doenças e o investimento mundial nas pesquisas comprovam esse grande potencial. Se ainda tiver restado alguma dúvida sobre como funciona o estudo e os possíveis resultados no uso de células-tronco em seres humanos, entre em contato com a Cordvida!

Categorias: Células-Tronco

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.