Gravidez

Gravidez mês a mês: a saúde da grávida no primeiro trimestre

Uma gestante deve ser tão saudável quanto uma mulher que optou por não ter filhos. Os cuidados com a saúde acompanham a futura mamãe em todos os momentos da gravidez e, para alguns especialistas, esse cuidado deve começar antes mesmo da decisão de engravidar!

Como sabemos que a saúde de uma gestante pode ter peculiaridades que nem toda mulher conhece detalhadamente, preparamos este artigo para lhe ajudar a compreender as mudanças que estão acontecendo no seu corpo — e também na sua vida — acompanhando a gravidez mês a mês.

Clique no banner abaixo e baixe gratuitamente o aplicativo Semanas de Gestação. Acompanhe todas as fases da sua gravidez e o desenvolvimento do bebê!

Neste conteúdo vamos falar de tudo que acontece no seu corpo no primeiro trimestre da gestação. Confira!

Alterações físicas e sintomas tradicionais do primeiro trimestre

O primeiro trimestre da gestação é talvez o que apresenta os sintomas mais característicos de todos que são conhecidos da gravidez em qualquer mulher. Como o seu corpo está se adaptando para receber um organismo em desenvolvimento, é natural que os hormônios da gestação transformem o metabolismo da gestante em uma verdadeira montanha-russa de novas sensações.

Listamos algumas das principais alterações físicas e sintomas dessa etapa da gravidez:

Náuseas

O primeiro trimestre é marcado pelas tradicionais náuseas da gestação, que geralmente são uma consequência dos níveis hormonais alterados. Apesar de, em alguns momentos, parecer ser difícil se alimentar, evite ficar de estômago vazio para não agravar esse quadro desconfortável. Alimentar-se de 3 em 3 horas ajuda a melhorar estes sintomas.

Mamas maiores e mais sensíveis

As mamas da gestante vão apresentar um crescimento significativo nesse primeiro trimestre e podem também ficar mais sensíveis, assim como ocorre no período de ovulação da mulher que não está grávida.

Surgimento de estrias

Como a pele da gestante vai começar a esticar com o desenvolvimento do organismo materno e do bebê, é natural que algumas estrias apareçam em regiões específicas, como nos seios, na barriga e nas pernas. Mantenha a pele sempre hidratada para evitar rachaduras ou outros desconfortos nessa fase.

Maior pigmentação na pele

Você vai observar que seus mamilos ficarão mais escuros e também que algumas manchas podem surgir no rosto e em algumas partes do corpo — os famosos melasmas. Para evitar manchas maiores, use sempre protetor solar.

Dica: O primeiro trimestre de gravidez: o início de uma nova vida

Exames importantes para cuidar da saúde nessa etapa

Além de comparecer a todas as consultas do pré-natal, para cuidar da saúde a gestante deve realizar alguns exames de rotina indispensáveis e conquistar mais qualidade de vida para si mesma e para seu filho no primeiro trimestre.

Os principais exames que devem ser realizados nessa etapa são:

  • Avaliação do peso;
  • Acompanhamento da pressão arterial (para evitar quadros de pré-eclampsia);
  • Aferição da altura uterina;
  • Hemograma completo;
  • Tipo sanguíneo;
  • Fator Rh;
  • HIV;
  • Hepatite B e C;
  • VDRL (para detectar sífilis);
  • Glicose;
  • Colesterol;
  • Triglicérides;
  • TSH;
  • Toxoplasmose;
  • Rubéola;
  • Citomegalovírus;
  • Ultrassom;
  • Exame de urina;
  • Exame de fezes;
  • Papanicolau (se necessário, dependendo da avaliação do obstetra).

Atenção a outros fatores de risco que podem atingir mulheres no primeiro trimestre

Algumas mulheres podem apresentar alterações na qualidade da saúde, causados pela gestação ou por alguma condição clínica pré-gestacional, que também exigem cuidado e atenção da equipe médica que a acompanha.

Pacientes que apresentam quadros de diabetes, hipertensão ou que já manifestam alguma alteração no funcionamento da tireoide devem seguir orientações específicas do médico para controlar suas condições e não prejudicar a saúde do bebê. Os exames específicos para acompanhar esses quadros clínicos farão parte da rotina dessa gestante até o final dos nove meses. Assim, é possível manter mãe e filho mais seguros até o final da gestação.

Outro fator importante de atenção para as gestantes nesse primeiro trimestre é o cuidado para continuar evitando doenças infecciosas, como a rubéola, a toxoplasmose e o citomegalovírus, que podem prejudicar o desenvolvimento da placenta e do bebê.

Dica: Para ficar de olho: 7 doenças comuns e perigosas durante a gravidez

Alimente-se muito bem

Não é segredo para nenhuma gestante que a alimentação de qualidade é um dos cuidados chave que elas devem ter com sua saúde ao longo dos próximos nove meses.

Para poder garantir a ingestão adequada de nutrientes indispensáveis para a formação do bebê nesse primeiro trimestre (como o ácido fólico, o ferro e o cálcio), a maioria dos obstetras recomenda a suplementação desses nutrientes, associada a uma alimentação equilibrada e extremamente rica em todos os grupos alimentares.

Outros nutrientes, como as vitaminas do complexo B, o zinco, o iodo, as gorduras saudáveis, os carboidratos integrais e as proteínas também não devem ser deixadas de lado na dieta da gestante.

O risco de aborto existe, por isso alguns cuidados são essenciais

Talvez o ponto mais importante que deve ser observado durante o primeiro trimestre da gestação é o risco elevado de aborto espontâneo que persiste nesses três meses iniciais da gravidez. Apesar de ser sempre lembrado como um risco para a vida do bebê, o aborto também tem relação com a saúde materna.

Para evitar o aborto espontâneo, além de ser acompanhada de perto por seu médico e frequentar a todas as consultas do pré-natal, pode ser necessária a utilização de alguns medicamentos e até dar uma aliviada na rotina, com alguns repousos diários se for necessário, sem demandar muito do organismo materno.

Caso algum sintoma, como o sangramento intravaginal ou dores abdominais, se manifestarem nesse período da gestação, corra imediatamente para o consultório do seu médico para evitar quadros de complicação para a sua saúde e de seu bebê.

As decisões que você toma durante a gravidez impactam na saúde do seu filho e têm muita relação com a sua qualidade de vida. Por isso, preparamos um material com informações valiosas sobre o que você pode fazer pela saúde do bebê antes dele nascer. Clique no banner abaixo:

Evite hábitos prejudiciais para sua saúde

A gestante deve ficar muito atenta a alguns hábitos que devem ser modificados, especialmente nesse primeiro trimestre. A ingestão de bebidas alcoólicas de ser esporádico, o consumo de cafeína deve ser evitados ou reduzido significativamente e o tabagismo deve ser banidos de suas práticas diárias, tanto durante toda a gestação quanto após o nascimento do bebê, especialmente no período de amamentação.

A prática de atividades físicas deve ser estimulada no primeiro trimestre para evitar o sedentarismo, especialmente em mulheres que já eram ativas antes de engravidar. Entretanto deve-se valorizar a prática de exercícios de baixo impacto, como caminhadas, yoga e hidroginástica.

Cuidar da sua saúde no primeiro trimestre de gestação é uma das coisas mais importantes que você poderá fazer para ter uma gravidez tranquila durante os próximos meses desse processo tão mágico.

Categorias: Gravidez , Primeiro trimestre de gravidez

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.