Criança

6 preocupações que toda mãe tem com a saúde de um recém-nascido

Ser mãe ou pai de primeira viagem não é fácil. Por mais que você tenha se preparado para a chegada do bebê, a insegurança é grande e cuidar desse pequeno ser totalmente dependente pode parecer uma responsabilidade imensa. A cada novo desafio, os pais se perguntam se estão fazendo a coisa certa e pequenos contratempos — normais dessa fase — podem deixar todos de cabelo em pé.

Para tirar algumas das principais dúvidas que acompanham a chegada de um filho, preparamos um guia com as preocupações mais comuns que toda mãe tem com a saúde do seu recém-nascido. Confira!

1- Gemidos, berreiro, choradeira

Um dos principais motivos de ansiedade dos pais nessa fase (e por um bom tempo) é o choro. Recém-nascidos choram muito e por vários motivos: fome, sono, frio, calor, ou apenas necessidade de sentir a mãe por perto. Apesar de ser difícil manter a calma nesses momentos, é importante que os pais respirem fundo e encarem isso com naturalidade, afinal, a única maneira de o recém-nascido se comunicar é através do choro.

Se o bebê estiver alimentado, trocado e limpo, e mesmo assim continuar chorando, ele pode estar sentindo dor ou cólicas. Se o problema persistir, pode ser necessário consultar o pediatra — ele é o profissional mais indicado para tirar todas as dúvidas dos pais e deve estar acessível em caso de necessidade.

Dica: Como amamentar de forma correta?

2 – O terror das cólicas

Um dos motivos do choro do recém-nascido, as cólicas costumam durar alguns meses e têm origem na imaturidade do sistema intestinal do bebê. Em alguns casos, a alimentação da mãe também contribui para esse problema.

Se o bebê estiver agitado, chorando e movimentando as perninhas, experimente fazer massagens suaves em sua barriga ou uma compressa morna. Banhos, música suave e pouca luz também ajudam o bebê a se acalmar. E atenção: resista à tentação de experimentar aquele remédio ou a receita infalível da vizinha ou da melhor amiga. Medicar, apenas com indicação do pediatra.

3 – O que tem na fralda?

A quantidade de evacuações do bebê pode assustar os pais de primeira viagem, principalmente se ele estiver sendo amamentado no peito. O leite materno é digerido rapidamente e o cocô costuma ser mais líquido e com colorações amareladas — isso é perfeitamente normal e indica que o bebê está saudável!

4 – Regurgitação: um incômodo para o bebê e para os pais

Logo depois de mamar, é comum que os bebês regurgitem um pouco, especialmente quando são colocados para arrotar. O sistema digestivo do recém-nascido ainda não está totalmente desenvolvido e, por isso, é normal o retorno de um pouco do leite ingerido.

Se a criança está crescendo e ganhando peso, não há motivo para preocupação. Em caso de dúvidas, busque orientação do pediatra, que pode avaliar o estado geral do bebê e ajudar a diminuir a angústia dos pais.

Confira no banner abaixo mais sobre a etapa que se inicia após o primeiro dia de vida do seu bebê.

5 – A cabeça do bebê: como protegê-la?

Os recém-nascidos têm uma parte mole na cabeça, composta por uma membrana protetora chamada de moleira. Em alguns momentos, é possível até mesmo ver a pulsação do bebê na cabeça, o que indica que o sistema circulatório está funcionando sem problemas.

Isso acontece porque os ossos ainda não se uniram, mas essa condição desaparece com o tempo e não deve ser motivo de preocupação para os pais.

6 – O futuro da saúde do recém-nascido

Não existe nenhum pai e mãe que não se preocupe com isso: como garantir a saúde do meu filho durante seu crescimento e por toda a vida? É impossível impedir que seu filho fique doente, mas agendar visitas regulares ao pediatra e cumprir à risca o calendário de vacinação são atitudes importantes para prevenir doenças e oferecer os melhores tratamentos no caso de algum problema de saúde.

Os futuros pais também podem optar por armazenar células-tronco a partir do sangue ou do tecido do cordão umbilical do seu filho, o que pode trazer mais tranquilidade para o futuro do bebê e da família. O armazenamento das células tronco representa mais alternativas de tratamento em um momento de adversidade.

Neste banner descubra a relação deste material tão valioso com a saúde do seu bebê e da sua família.

O dia a dia com o bebê pode e deve ser vivido de forma tranquila e serena. As preocupações com sua saúde e seu desenvolvimento são normais, e o pediatra é a pessoa mais indicada para esclarecer todas as suas dúvidas. Com as preocupações amenizadas, só resta curtir muito os momentos com seu bebê!

Não deixe de assinar nossa newsletter para receber outros artigos e dicas que podem ajudar na tarefa de cuidar do seu pequeno!

Categorias: Criança

Tags: ,

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.