Curiosidades da gravidez

Segundo filho: e agora? Descubra o que esperar!

A chegada do segundo filho exige certos preparos, para que conflitos internos, familiares e conjugais não venham à tona. Claro que vocês terão momentos deliciosos e a experiência anterior dará mais confiança, em alguns momentos, de seguir em frente. Porém, por outro lado, será necessário maior planejamento financeiro, preparação psicológica do primeiro filho e administrar o tempo com as duas crianças.

Não espere, por isso, que tudo será mais fácil, pois até mesmo gêmeos podem ser distintos em suas personalidades, pedindo atenção diferenciada. Dessa forma, abordaremos aqui questões relevantes que você precisa considerar na sua próxima gravidez e, assim, saber lidar melhor quando as dificuldades aparecerem.

Então, vamos seguir na leitura?

O que é preciso saber antes de o segundo filho nascer?

Na primeira gestação, as dúvidas e receios eram grandes. Tudo era um universo novo e o que você mais queria era se sentir preparada e confortável para quando o bebê nascesse. A segunda gestação também pode levar seus pensamentos à loucura. A diferença entre esses momentos é com relação ao tema da incerteza. Assim, para amenizar qualquer angústia ou responder alguma indagação, é necessário pensar a respeito, fazer um bom planejamento e buscar boas informações.

Preparação financeira

Se para o primeiro filho já foi importante fazer um planejamento orçamentário, quando a família aumenta, essa questão se torna ainda mais relevante. Novos gastos vão surgir e nos primeiros meses poderão ser: fraldas, remédios, vacinas, itens de higiene, roupas e peças do enxoval, reformas na casa. Se vocês usam plano de saúde, será preciso incluir a nova criança também após o nascimento. Além disso, será preciso analisar os custos com exames pré-natais, consultas e parto.

Ao longo dos meses e anos, deverá se pensar na alimentação, na educação escolar, diversão, mais roupas, brinquedos, outras medicações e necessidades que possam surgir. Faça uma planilha no computador e avalie todas as responsabilidades. É possível pensar, também, em formas de adquirir uma grana extra.

Confira como se preparar para a chegada do seu bebê

Preparação psicológica

Outro ponto que pode abalar um pouco algumas relações é o fato de nem todos da família se sentirem psicologicamente preparados para a chegada de outro ser, que exigirá plena atenção e sensatez em todas as decisões. Tanto mãe quanto pai precisam estar decididos do que querem. Se um tiver dúvidas, é melhor tentar buscar a segurança primeiro. O primogênito também é peça fundamental, não importa a idade que tiver. Desde a descoberta da gravidez, ele precisa estar envolvido, a fim de que aceite mais fácil o irmão.

Preparação da saúde

É comum que algumas gestantes negligenciem um pouco sua saúde por já terem passado pela gravidez uma vez. No entanto, todos os cuidados devem ser seguidos, de acordo com a orientação médica. É imprescindível realizar todos os exames do checkup, alimentar-se de forma adequada e fazer atividades físicas. Se o filho mais velho ainda precisar de muitos cuidados, peça ajuda, para que você consiga descansar e dormir bem.

Caso esteja amamentando ainda, converse sobre isso com o médico, pois além de a amamentação estimular a contração uterina e poder ocasionar um parto prematuro, ela junto da gestação pode exigir um complemento de vitaminas e nutrientes.

Dica: 8 exercícios físicos que uma grávida pode e deve praticar

O que esperar da chegada do segundo filho?

Espere que você terá algumas dúvidas ou até angústias. Possíveis questões que poderão surgir sobre isso são as seguintes:

  • não existe o momento perfeito — o melhor é quando você e companheiro se sentem com disposição emocional, financeira e de tempo para um desenvolvimento saudável de todos;
  • uma gravidez pode ser totalmente diferente da outra — não necessariamente você vai sentir as mesmas coisas da primeira;
  • você, vez ou outra, se sentirá um pouco culpada, por não conseguir mais ter tanto tempo com o primogênito;
  • o mais velho vai sentir ciúmes e pode se sentir inseguro com a sensação de “diminuição” do amor dos pais com ele, já que agora ele terá que dividir a atenção e o tempo dos pais com o irmão;
  • os seus hormônios podem deixar você confusa — em alguns momentos estará tudo perfeito, em outros você se sentirá um pouco arrependida da decisão;
  • você saberá identificar mais facilmente alguns sinais, como o bebê se mexendo ou o trabalho de parto;
  • o primeiro banho e a primeira troca de fraldas não serão mais um bicho de 7 cabeças;
  • varizes e dores nas costas podem piorar;
  • questionamentos em relação ao futuro, à sua capacidade de amar de forma igual e de cuidar de duas crianças serão rotina.

Dica: Segunda gravidez: é preciso ter cuidados especiais?

Como agir com a vinda do novo membro na família?

Talvez, o mais sensível de todos da família seja o primeiro filho. Assim, é recomendado dar uma atenção especial a ele. Ainda durante a gestação, o envolva em todas as etapas e escolhas para o irmão. Comece contando que uma criança está chegando e que vai ser uma boa oportunidade para ele se divertir mais. Deixe-o participar da escolha do nome, das peças do enxoval e dos ultrassons.

Depois que o novo bebê nascer, tenha momentos a sós com o primogênito, converse sobre os sentimentos dele e assegure-o que seu amor continua o mesmo, não será dividido. Uma estratégia boa que alguns pais usam para apresentar o irmãozinho é comprar presentes e dizer que foi o recém-nascido quem trouxe.

Tente ter paciência com momentos de birras e ciúmes, pois eles provavelmente vão surgir. Outra orientação relevante é não colocar o mais velho como responsável pelo seu irmão. Além de ele não ter maturidade para isso, ele não pode responder por algo que tenha sido consequência da decisão dos próprios pais.

Com relação ao cansaço você, possivelmente, o sentirá de forma intensa, por tentar conciliar, agora, sua atenção com os dois filhos, com suas necessidades e com demais responsabilidades que a vida de mãe exige. Envolva todos da família nesse processo e quando achar que não vai dar conta, lembre-se: a maternidade é uma eterna descoberta, permita-se errar de vez quando.

Saiba os cuidados que você deve ter com o seu bebê

O segundo filho vem para nos ensinar que podemos multiplicar nosso amor. Dessa forma, faça toda a preparação, além do acompanhamento, para que o momento traga muitas alegrias a todos da família.

Siga-nos nas redes sociais, Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e acompanhe de perto informações importantes sobre a maternidade.

Categorias: Curiosidades da gravidez , Gravidez , Pré-natal , Saúde na gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.