Gravidez

Terceiro mês de gravidez

O terceiro mês de gravidez, também conhecido como o fim do primeiro trimestre, é um marco na vida da futura mamãe. Isso porque, o período é repleto de mudanças para lá de significativas — e a realização do primeiro ultrassom morfológico é apenas uma delas. 

Nessa etapa, você já pode ver os primeiros traços do seu bebê. Inclusive, é possível notar diferentes transformações significativas no seu próprio corpo, como a silhueta, que fica bem mais desenhada e evidente do que nos meses anteriores. Portanto, se a futura mamãe já completou esse período, é motivo de festa e alegria!

E para ajudá-la a aproveitar ao máximo essa fase incrível, criamos um guia recheado de informações sobre o terceiro mês de gravidez. Curiosa para saber as próximas surpresas que vêm por aí? Acompanhe a leitura e fique por dentro!

Os sintomas do terceiro mês de gravidez 

O terceiro mês de gravidez, que corresponde ao período entre a 9 ª e 12 ª semana lunar, é uma fase marcante e repleta de transformações para a futura mamãe. A primeira é que, a partir daqui, o embrião já pode ser considerado um feto. 

Agora, o seu bebê tem em torno de 50 gramas e aproximadamente 11 centímetros. Interessante, não é? Fora isso, a mulher começa a perceber sintomas que não tinha notado até então.

Alguns são agradáveis e não causam transtornos. Outros, porém, vão fazer com que você fique bem irritada — mas não se desespere! Tais incômodos possuem prazo de validade! Os principais são:

  • ganho de peso
  • mais energia e disposição no dia a dia; 
  • veias varicosas; 
  • maior apetite;
  • tontura leve;
  • vontade de urinar constante. 

Dica: Guia Completo: 19 doenças que são perigosas para sua gravidez

As principais mudanças no desenvolvimento do bebê 

Vamos falar de coisa boa — como o desenvolvimento do seu bebê no terceiro mês de gravidez. Como mencionamos, é neste momento que o pequeno passa a ser considerado um feto, já que a sua evolução está a todo vapor. 

Nesse período, o seu esqueleto está bem mais definido e ele já é capaz de movimentar a cabeça para os lados, separar os dedinhos dos pés, abrir e fechar os punhos e por aí em diante. A princípio, você ainda não consegue sentir todas essas transformações, mas, com o tempo, os movimentos do seu filho ficam mais perceptíveis através da barriga.

Mas não é só isso! Nessa hora a parte genital do feto começa a se desenvolver. O mesmo vale para o lado sensorial do pequeno, que fica mais aflorado e amadurecido, uma vez que o bebê consegue ouvir os sons que vêm de fora do útero, além de apresentar uma certa sensibilidade à luz. É emocionante!

Para a alegria dos papais que são muito curiosos, outra boa notícia: por conta de todas essas transformações, há situações em que o sexo do bebê já pode ser identificado. Não se esqueça de conversar com o seu médico e checar essa informação — afinal, cada organismo amadurece de modo diferente. 

Acompanhe cada estágio do período da gestação, além de solucionar diversas dúvidas que envolvem esse momento único. Veja no banner:

Alterações no corpo da futura mamãe 

Se o bebê passa por diversas mudanças no terceiro mês de gravidez, isso não seria diferente com o corpo da mulher, não é mesmo? O primeiro ponto que você conseguirá notar, diz respeito às suas curvas, que estarão mais desenhadas, evidenciando essa nova fase da sua vida. 

Nas mamas, a aréola também costuma ganhar uma tonalidade mais intensa e pode ser que você já note uma linha escurecida entre a região do umbigo e púbis. Tais alterações são bastante comuns e desaparecem com o fim da gestação

E no interior do corpo? O que acontece? 

Bem, as mudanças também são significativas na parte interna do seu corpo. O útero, por exemplo, já apresenta o tamanho de uma laranja. Essas medidas permanecem até o fim do terceiro mês, ou da 13ª semana de gravidez

Essa é uma fase que, normalmente, as futuras mamães costumam apreciar bastante. O motivo? É justamente aqui que os enjoos, tão incômodos durante o início da gestação, começam a ir embora, sendo substituídos por uma fome avassaladora. Por conta disso, o ideal é tomar cuidado e, se possível, fazer o acompanhamento com um profissional de nutrição. 

Ponto mais marcante do mês 

De todos os acontecimentos do terceiro mês de gestação, sem dúvida, a realização do ultrassom morfológico é o mais significante deles. Embora você já deva ter realizado um primeiro exame similar, que é o transvaginal, só agora é possível ver com mais detalhes o seu bebê se desenvolvendo — desde a formação dos órgãos, até a estrutura do feto. 

No procedimento, o médico identifica se há risco aumentado para algum tipo de problema cromossômico, como é o caso da síndrome de Down, através da medida da translucência nucal. Trata-se um exame de rastreamento. Para ter ainda mais segurança, também é provável que, em paralelo, o especialista solicite um exame de sangue, que serve para observar os níveis de hormônios Beta-HCG e PAPP-A, também marcadores de risco para alterações cromossômicas.

Dica: Guia completo: tudo o que você precisa saber sobre amamentação

Dicas e cuidados a serem seguidos

Não quer sofrer problemas de saúde nos próximos meses? Comece, desde já, a seguir uma alimentação balanceada, principalmente, com muitas doses de vitamina C e fontes de ferro. Dos alimentos mais indicados para o período, estão o tomate, o brócolis, a laranja e o melão. 

Tais ingredientes são excelentes para estimular a absorção dos nutrientes que são fundamentais para manter a sua saúde — e a do bebê — em dia. Lembre-se, ainda, de ingerir bastante leite, queijos ou iogurtes, que são ricos em cálcio e colaboram para o desenvolvimento do feto e a fase de amamentação

Se nos primeiros meses de gestação, você se sentia cansada e indisposta, no terceiro mês esse problema acaba e a sua energia fica em alta. Esta é uma excelente oportunidade para realizar algumas atividades físicas, como ioga, natação, pilates ou caminhadas leves. Caso esteja insegura sobre essas práticas, converse com o seu médico e encontre a melhor modalidade para o seu quadro. Garantimos: vale a pena!

Viu só, mamãe? O terceiro mês de gravidez é repleto de coisas boas para você e seu pequeno. Não se esqueça de seguir as nossas recomendações para garantir que a sua gestação seja saudável e tranquila em qualquer fase. 

Para se preparar para os próximos acontecimentos dessa experiência única, aproveite a leitura e fique atualizada sobre o quarto mês de gestação. Você vai adorar!

Categorias: Gravidez , Primeiro trimestre de gravidez , Saúde na gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.