Gravidez

Sexo do bebê: saiba o que fazer após descobrir se é menino ou menina

Cerca de 30 anos atrás, mamães e papais eram capazes de descobrir o sexo do bebê somente depois do parto. Porém, com a popularização do ultrassom nos anos 90, isso mudou, e muito passou a poder ser feito pela saúde da mãe e do filho ainda durante a gravidez.

Saber se o bebê é uma menina ou um menino é uma das primeiras ansiedades da família. Para algumas, a espera termina logo nas primeiras semanas, com o exame de sexagem fetal.

Outras vão precisar esperar um pouco mais para que o amadurecimento dos órgãos do bebê e a posição do pequeno durante o exame do ultrassom permitam desvendar o mistério.

O mais comum é que as gestantes saibam o sexo do bebê após a 16ª semana da gravidez. O que fazer depois dessa descoberta? Neste post, listamos 4 dicas de como organizar a chegada do filho. Confira!

Faça um chá revelação ou um chá de bebê

O chá revelação e o chá de bebê são muito semelhantes. A principal diferença é a motivação de cada um. Porém, no fim, os 2 têm um mesmo objetivo: receber os amigos e os familiares e preparar o enxoval do pequeno.

Dica: Conheça 4 dicas para fazer um chá de bebê com sucesso

O chá revelação

Esse evento é feito justamente para contar qual é o sexo do bebê.

Uma desvantagem desse modelo em relação à preparação do enxoval é que, como as pessoas não sabem se o bebê é menina ou menino, os presentes serão neutros — o que não é um problema se você não quer tudo no clássico rosa ou azul.

É um ótimo momento para pedir fraldas (que serão muitas, seja qual for o sexo do bebê). Para ter uma ideia, o recém-nascido usa, em média, 8 fraldas por dia. Essa média cai para 5 fraldas diárias entre 5 meses e 1,5 ano.

É importante que na sua lista haja um equilíbrio dos diferentes tamanhos e fraldas a serem solicitados. Os tamanhos M e G serão usados por mais tempo, mas é bom incluir alguns pacotes P.

Produtos de higiene são outras boas opções para esse momento. Por exemplo:

  • xampus;
  • sabonetes;
  • lenços umedecidos;
  • fraldinhas para boca;
  • pomadas contra assaduras.

Baixe o checklist da maternidade e garanta o seu conforto, do bebê e do acompanhante:

O chá de bebê

Normalmente o chá de bebê é feito mais tarde do que o chá revelação.

Além de as pessoas já saberem o sexo do bebê e de dar presentes mais personalizados, você pode organizar melhor o que vai pedir, excluindo o que já tiver pronto no enxoval e priorizando o que ainda falta.

A opção das fraldas também é bem-vinda nesse evento.

É importante que você não deixe o chá muito para o final da gestação. Além de ficar mais corrido e causar estresse, você pode ficar mais indisposta e cansada com o peso da barriga e os inchaços que costumam aparecer à medida que o parto se aproxima.

Com uma programação cuidadosa, você curte muito mais o encontro e o carinho dos seus amigos e familiares.

Organize o quarto do bebê

Agora que você já sabe o sexo do bebê, poderá escolher melhor as cores para a parede, as roupas de cama e o restante da decoração. Se já tiver escolhido o nome, é um bom momento para bordar as toalhinhas e as fraldas de mão e de boca.

Alguns cuidados com a decoração do quarto são muito importantes para evitar alergias no bebê. O recém-nascido tem o sistema imunológico muito frágil, e leva um tempo para o seu organismo se acostumar com os microrganismos presentes no ambiente.

Dica: 8 cuidados de segurança que você deve ter com o quarto do bebê

Quanto mais clean o quarto, melhor. Evite tapetes e cortinas pesados, pois eles acumulam poeira. Os bichinhos de pelúcia também devem ser evitados — e, caso estejam no cômodo, o ideal é que não fiquem dentro do berço.

Você pode arrumar o espaço do bebê aos poucos, sem correria e curtindo cada momento. Opte por móveis resistentes e com cantos arredondados.

Verifique sempre os itens de segurança do berço (bordas, espaço entre as grades, sistema de ajuste de altura etc.). O bebê vai passar um bom tempo no berço, e o ideal é que seja um móvel que se adapte ao seu crescimento e às peripécias que ele aprenderá enquanto cresce.

Providencie as alterações necessárias em outras partes da casa

A casa deve se adaptar com a chegada de uma criança. Sim: à 1ª vista, o lugar do recém-nascido é apenas o seu quartinho. Porém, outras mudanças precisarão ser feitas para acomodar as novas necessidades da família.

É preciso verificar, por exemplo, o tamanho da banheira que cabe no seu banheiro. No início o bebê pode tomar banho no quarto, mas, ainda assim, a mudança logo será necessária.

As banheiras com suporte são a melhor opção. Ela deve ficar na altura da sua cintura para evitar que você tenha que ficar abaixada, provocando dores na coluna.

Ter um espaço para colocar os produtos de higiene que serão usados durante o banho e até alguns brinquedos também é bem legal.

Os armários da cozinha precisarão ser organizados para abrir espaço para as coisinhas do bebê, como:

  • mamadeiras;
  • vasilhas de papinha;
  • copinhos para guardar leite;
  • bombas para retirada de leite.

As janelas precisarão de telas de proteção contra pernilongos e mosquitos — como o Aedes aegypti, que transmite zika, dengue e chikungunya. Atenção: não use repelentes até os 6 meses de vida do bebê! Se isto não for possível, providencie mosquiteiros para o berço e carrinho do bebê.

Confira algumas orientações que você precisa para que o seu bebê chegue em um ambiente familiar confortável, organizado e muito seguro.

Providencie acessórios de segurança para o carro

O bebê conforto é item obrigatório já na saída da maternidade, mesmo que você volte para casa de táxi. Sabendo o sexo do bebê, você pode escolher o modelo com as cores ou os personagens que quiser. Fique atento às especificações de acordo com a idade da criança.

Você pode até comprar um bebê conforto usado, mas é importante verificar o estado de conservação do produto: se as espumas de proteção estão em bom estado para manter seu filho seguro.

Verifique também a firmeza dos cintos de segurança e confirme se o acessório tem o selo de segurança do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Você acabou de saber o sexo do bebê e pode parecer cedo para tomar algumas dessas providências, mas, quanto antes você começar, melhor será o seu planejamento.

Nossa principal dica é que você se prepare com tranquilidade e reduza ao máximo as preocupações nas últimas semanas, quando cresce a ansiedade com a aproximação do parto. Com calma, você consegue deixar tudo pronto para as boas-vindas à sua menininha ou ao seu menininho.

Gostou das nossas dicas? Então, siga-nos nas redes sociais: estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Categorias: Gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.