Gravidez

32 semanas de gravidez

Completar as 32 semanas de gravidez é um momento mais do que especial. Afinal, falta pouquíssimo para que você, futura mamãe, conheça o seu bem mais precioso: o seu filho! Assim como ocorre nos demais períodos da gestação, este também é marcado por uma série de transformações típicas e que dizem respeito tanto ao corpo feminino quanto ao do bebê

Esse é o caso dos olhinhos do neném, que já estão bem abertos e se movimentando de acordo com a direção da luz. Você também perceberá algumas alterações significativas, como o aumento do umbigo, o inchaço e, principalmente, a falta de ar. 

Mas não se preocupe, viu? Esses acontecimentos são passageiros e, em pouquíssimo tempo, tudo voltará ao normal. E para tranquilizá-la e deixá-la preparada para o que vem por aí, criamos um post especial sobre a 32ª semana de gravidez. Com certeza, você irá adorar acompanhar cada passo do seu pequeno — mesmo antes do nascimento. Curiosa para saber mais? Então, continue a leitura!

Acompanhe cada estágio da sua gravidez com o aplicativo Semanas de Gestação. Clique no banner abaixo e acesse gratuitamente!

O desenvolvimento do bebê nas 32 semanas de gravidez

Se você acabou de completar as 32 semanas de gravidez, é possível que esteja extremamente ansiosa. Daqui para frente, falta pouco para a hora do parto e o momento de ter o seu filhote nos braços! Mas, enquanto isso não acontece, vale a pena entender as transformações que estão ocorrendo no corpinho do bebê. Para começar, nessa fase, que também corresponde ao 8º mês, o bebê já tem, aproximadamente, o tamanho de um repolho grande, o equivalente a 41 centímetros e 1,100 kg

Vários detalhes evoluíram bastante, como os olhos, que já estão abertos e se movendo conforme a direção da luz. Ainda há momentos em que o bebê consegue piscar os olhinhos, além de ouvir diversos sons que ocorrem no mundo exterior — e não somente vibrações, como acontecia anteriormente. Os seus ossos e unhas também já estão bem rígidos, com exceção do crânio, que ainda levará algum tempo para amadurecer

Agora, o útero já tem em torno de dois litros de líquido amniótico e, por conta disso, o feto terá mais facilidade para se movimentar. Isso faz com que a maioria dos bebês fiquem posicionados de cabeça para baixo, uma posição conhecida como “vértex“. De acordo com os especialistas, o ideal é que ele continue paradinho, exatamente nesse posicionamento, até o parto. Mas a verdade é que ele ainda poderá se mexer bastante até o grande dia. Portanto, mamãe, prepare-se para uma verdadeira festa dentro da sua barriga!

Dica: Reta final da gravidez: sintomas comuns e cuidados que você deve ter

As mudanças no corpo da futura mamãe

Enquanto, de um lado, o bebê passa por uma série de mudanças, do outro, o corpo da mulher também sofre algumas alterações. Uma delas é que o seu umbigo aumentará de forma significativa, fazendo com que essa parte do corpo possa ser notada até mesmo por baixo das roupas

O inchaço corporal ficará mais intenso nessa fase da gestação — inclusive à noite. Se esse detalhe estiver incomodando, uma boa dica para controlá-lo é evitar o consumo excessivo de sal, bem como procurar manter os pés, sempre que possível, levantados. Beber muita água e não vestir roupas e calçados muito justos também são excelentes saídas. 

Fora isso, muitas mulheres relatam perceber o surgimento de uma linha escura, que costuma aparecer desde a altura do umbigo até a região íntima. Esse sinal é uma consequência das alterações hormonais da gravidez e tende a sumir ainda nos primeiros meses após o parto.

Veja como o armazenamento de célula-tronco do cordão umbilical pode fazer a diferença na saúde da sua família:

Os sintomas da fase gestacional 

De todos os sintomas, a falta de ar é o mais comum deles na 32ª semana de gravidez. Isso ocorre porque o útero estará cada vez maior e começará a pressionar os pulmões. Também é possível que você sinta um certo incômodo, de acordo com a posição em que o bebê estiver. 

Há alguns momentos em que o pezinho fica preso sob a caixa torácica, o que causará dor, desconforto e muita falta de ar. Quando isso acontecer, procure deitar de lado, preferencialmente para a esquerda, afim de estimular o feto a se movimentar. Combinado?

Tudo isso, sem se esquecer das cólicas, em geral não dolorosas nesta fase, ficarão cada vez mais frequentes. Porém, sem pânico! Esses sintomas são normais e ocorrem com o intuito de preparar o corpo da mulher para o trabalho de parto

Dicas, curiosidades e cuidados com a saúde

Com a chegada à 32ª semana de gravidez, é comum que os médicos queiram ver a futura mamãe com mais frequência. Normalmente, as visitas ao especialista ocorrerão quinzenalmente ou até semanalmente. Esse cuidado é importantíssimo para evitar e tratar qualquer possível sinal de infecção, complicações ou, até mesmo, o parto prematuro. 

Este ainda é um bom momento para começar a frequentar as aulas de parto. O ideal é dialogar com profissionais do ramo e outras mulheres que já passaram por essa experiência. Não tenha medo ou insegurança de expor as suas dúvidas — conversar sobre o assunto é fundamental e ajudará você a se preparar para o grande dia

Dica: 3 atitudes que ajudam o bebê a ficar na posição certa para nascer

Armazenamento de células-tronco

Você já ouviu falar sobre o armazenamento de células-tronco? Se não, saiba que agora é um momento propício para se aprofundar no assunto. Para quem não sabe, as células-tronco são as responsáveis por dar origem aos demais tecidos e órgãos presentes no corpo humano. Elas apresentam uma imensa capacidade de se renovar e reparar estruturas que foram comprometidas por doenças, acidentes diversos ou, simplesmente, pelo envelhecimento natural.

As células-tronco do cordão umbilical têm sido utilizadas há décadas pela medicina, no tratamento de mais de 80 doenças originárias da medula óssea — sem contar os estudos que estão em andamento para o combate de outras condições. Não à toa, muitas famílias consideram esta uma garantia de segurança, seja para o presente ou futuro. 

É importante salientar que a coleta desse material deve ser realizada, unicamente, na hora do parto. Isso faz com que seja fundamental a busca por informações a respeito do tema com uma certa antecedência. Dessa forma, será possível não somente se aprofundar no universo das células-tronco, como também ter tempo hábil para encontrar um laboratório renomado nesse tipo de serviço. 

Um deles é a CordVida, uma empresa atuante no segmento desde 2004 e que atende pacientes de todo o Brasil. Atualmente, esse banco privado foi considerado um dos mais inovadores e influentes do mundo, além de ser eleito um dos Top 10 pelo portal BioInformant. Para saber mais, fale com um dos consultores disponíveis.

E então, o que achou do nosso post exclusivo sobre as 32 semanas de gravidez? Acredita que, agora, será mais fácil se preparar para o que vem por aí? Para tanto, aproveite o momento e fique por dentro de tudo o que acontecerá na próxima etapa dessa experiência única!

Categorias: Gravidez , Terceiro trimestre de gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.