Gravidez

Primeiro mês de gravidez

A partir deste texto, você vai ter um guia sobre todo o período da gestação. Nesses artigos você vai poder tirar todas as dúvidas a respeito da gravidez: as dores, os sintomas, as mudanças no corpo da mulher, o desenvolvimento do bebê, curiosidades e o que mais você precisar saber. Nada melhor do que começar pelo início! Por isso, esta publicação traz todas as informações a respeito do primeiro mês de gravidez.

Leia com atenção os tópicos a seguir e tenha a resposta para todas as suas questões!

Quais os sintomas do primeiro mês de gravidez?

Várias mudanças ocorrem no corpo da mulher assim que o espermatozoide entra no óvulo e ele é fecundado. A primeira delas é o desaparecimento da menstruação, embora algumas futuras mamães ainda liberem um pequeno escape que se confunde com o líquido menstrual.

Além desse sintoma bastante comum, outros podem surgir já no primeiro mês de gravidez. A mulher passa a ter enjoos, náuseas, as mamas crescem e ficam mais sensíveis, e também é frequente uma maior vontade e necessidade de urinar.

Dica: Estou grávida, e agora? Conheça os primeiros cuidados

Todos esses sintomas podem ocorrer no primeiro mês, mas não é algo certo e que seja forte demais. O que se pode garantir é que nos dois próximos meses alguns deles vão surgir com bastante intensidade.

A dica é fazer o exame de sangue ao sentir alguns desses sintomas, principalmente o atraso da menstruação.

A partir daí você terá várias mudanças na sua vida: é aconselhável parar de beber e principalmente parar de fumar imediatamente, iniciar o pré-natal, começar uma dieta específica e acompanhar outros detalhes que o seu obstetra vai informar.

Como se calcula o primeiro mês de gestação?

Essa é uma dúvida muito frequente, já que várias mulheres acreditam que a contagem é quando o óvulo fecundado cai no útero e começa o desenvolvimento do feto — mas o cálculo não é bem assim na prática clínica.

O que ocorre é que não é possível saber exatamente o dia da ovulação, da fecundação e nem o momento exato da nidação no útero, portanto a convenção é que se use a data da última menstruação para o cálculo da idade gestacional. Assim, pode-se afirmar que o primeiro mês corresponde às semanas de 1 a 4 da gestação, a contar a partir do primeiro dia da última menstruação.

Uma boa dica para você que quer descobrir a data exata em que está a sua gestação, é usar uma calculadora que define de forma objetiva em qual mês e semana a grávida se encontra.

Confira no banner abaixo algumas recomendações que podem oferecer no futuro mais segurança e conforto na saúde do seu filho.

Quais as mudanças que ocorrem no corpo da mulher?

Apesar de ser um tempo muito curto, é possível notar algumas mudanças no corpo da futura mãe durante o primeiro mês. O mais comum é observar o crescimento das mamas e o inchaço do corpo. Algumas mulheres também têm olheiras e passam a transpirar com mais intensidade.

Outro detalhe é que as aréolas podem ficar mais escuras e o mamilo crescer também junto com os seios. Essas são as primeiras mudança físicas no corpo da mulher.

Já as mudanças emocionais são bem perceptíveis. O humor fica diferente: normalmente, a grávida fica mais agressiva, tristonha e dengosa nesse primeiro momento. Além disso, ela passa a ter os famosos desejos e também as aversões alimentares, que são muito comuns nessa primeira parte da gestação.

A dica é não se desesperar e ter sempre ao lado o auxílio da família e amigos. Também é importante separar um tempo para você própria: descansar, ficar sozinha, pôr os sentimentos no lugar, respirar antes de falar ou responder alguém. Tentar, ao máximo, não se estressar e aproveitar esse momento que pode ser tão especial.

E com o bebê?

Sim, também existem transformações importantes com a vida do neném que está na barriga da futura mãe. Após a fecundação, o óvulo se encaminha para o útero, onde ocorre toda a gestação.

Durante o primeiro mês, esse óvulo se divide em várias células que se transformam em um embrião, do tamanho de um grãozinho de feijão. Com o passar das semanas, esse desenvolvimento fica mais intenso e evidente, mas no primeiro mês é apenas isso que ocorre.

Dica: 5 erros comuns que as gestantes cometem na alimentação

Quais os cuidados que a mãe deve ter?

Os primeiros cuidados têm a ver com a mudança no estilo de vida. Parar de beber, de fumar, de comer alimentos gordurosos e ricos em açúcar é a primeira atitude a se tomar.

Além disso, é necessário ir o mais rápido possível a um obstetra para iniciar todo o preparo do pré-natal que incluem exames, vacinas e uma avaliação geral do corpo da mulher para saber o seu estado da saúde e de que forma essa gravidez vai prosseguir.

Com a avaliação feita, o médico vai indicar uma série de precauções que a futura mãe deve tomar, como uma dieta alimentar rigorosa, a prática de exercícios físicos de baixa intensidade, caminhadas em horários em que o sol esteja mais fraco, a ingestão algumas vitaminas e outros cuidados orientados pelo especialista.

Além dessas questões físicas, os hormônios e os sentimentos da mulher passam por transformações. Por isso, é sempre bom aliar práticas que relaxem, que melhorem a respiração, que deixem a mãe mais calma e mais tranquila.

Isso pode ser feito por meio de técnicas alternativas, como a meditação, a yôga, massagem, a própria prática de exercícios físicos, ou também por meio de terapia ou análise com psicólogo.

O ideal é começar esse acompanhamento psicológico desde o início, porque é inevitável que a mulher passe por questões emocionais fortes durante todo esse período. O auxílio profissional pode ser necessário, vai depender da reação de cada paciente, avaliando em cada caso esta necessidade. Além disso, as técnicas de relaxamento que também são importantes e podem contribuir bastante.

Essas são as principais dicas e informações que uma futura mamãe deve saber sobre o primeiro mês do novo bebê que está por vir.

Agora que você já sabe tudo a respeito do primeiro mês de gravidez, é hora de avançar e saber o que ocorre a partir do segundo. Tire todas as suas dúvidas sobre o desenvolvimento da gestação!

Categorias: Gravidez , Primeiro trimestre de gravidez , Saúde na gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.