Gravidez

20 semanas de gravidez

As 20 semanas de gravidez representam metade da gestação. Em aproximadamente mais 20 semanas, seu bebê já estará em seus braços, pronto para conhecer o novo mundo.

Agora, você está no primeiro semestre, com cerca de 4 meses de gravidez. Isso significa que a barriga já começa a aparecer, o que fará com que você se sinta cada vez mais grávida. Além disso, aquele desconforto grande do finzinho da gestação ainda está bem longe. 

A partir desse momento, seu filho cresce e se mexe cada vez mais, marcando uma fase bem gostosa e agitada da gestação. 

Continue acompanhando as próximas linhas e descubra as outras novidades da 20ª semana!

Desenvolvimento do bebê

O bebê começa uma fase bastante enérgica. Com cerca de 20 cm e 250 g, ele se mexe sem parar dentro do útero. Outra mudança característica de agora é que ele começa a participar ativamente da vida da mãe: ouve, tem emoções, partilha mudanças de humor e percebe as sensações maternas.

Sua pele, até então rosada, começa a se tornar mais avermelhada. Alguns fios de cabelo começam a aparecer e crescerão até o dia do nascimento. Os membros estão bem desenvolvidos. Pernas, braços, mãos e dedos já estão completos e só aumentarão de tamanho nas próximas semanas.

Os órgãos já estão bem avançados, mas não completamente formados. Os pulmões, por exemplo, ainda não estão funcionando, mas o bebê já treina alguns movimentos com o diafragma, abrindo voluntariamente a boca.

Um marco importante é a produção de mecônio no intestino, formado pelo acúmulo de líquido amniótico e secreções intestinais.

Acompanhe cada estágio da sua gravidez com o aplicativo Semanas de Gestação. Clique no banner abaixo e acesse gratuitamente!

Sintomas nas 20 semanas de gravidez

Com o bebê cada vez maior, você pode sentir alterações na área digestiva. Desconfortos e azia, principalmente após as refeições, começam a ser mais presentes. Para evitar isso, prefira diminuir as porções de cada refeição e se alimentar mais vezes ao dia. Também evite comidas muito gordurosas ou ácidas, pois elas aumentam a produção de suco gástrico e, consequentemente, a sensação de queimação.

Líquidos gelados podem ajudar você a lidar com esses sintomas, pois dão uma sensação de alívio ao estômago. Uma dica é fazer picolés naturais, evitando as frutas ácidas, e deixá-los no congelador para sempre que precisar.

A falta de ar também faz parte dessa fase, já que o útero maior pressiona os pulmões. Caso o médico tenha liberado as atividades físicas, faça-as com moderação, a fim de não ter mal-estar. 

Mudanças no corpo da mãe

A mudança mais gostosa com as 20 semanas de gravidez é o surgimento da barriguinha, tornando a gestação cada vez mais aparente. Quadris e seios também aumentam um pouco de tamanho e, se houver predisposição ao desenvolvimento de estrias, elas podem começar a aparecer agora.

Nem sempre é possível evitá-las, mas você pode se prevenir usando hidratantes potentes ou óleos corporais. Passe-os sempre após o banho, ao acordar e ao dormir. Observe se o produto pode ser usado por gestantes, já que alguns cosméticos têm substâncias proibidas.

Manchas no corpo, como melasmas e sardas, também surgem com mais facilidade a partir de agora, e a culpa é dos hormônios da gravidez. Dessa forma, nunca saia de casa sem passar o filtro solar, ao menos no rosto.

Você notará mais sensibilidade nos seios. Isso acontece pelo aumento dos canais lactíferos, que são uma preparação inteligente do organismo para a amamentação após o parto. Utilize sutiãs adequados para gestantes, pois eles protegem e dão a sustentabilidade necessária para que a mulher não tenha desconforto.

Confira informações sobre armazenamento de células-tronco do cordão umbilical no banner abaixo:

Cuidados com a saúde

A 20ª semana de gestação é o momento de fazer o ultrassom morfológico. Ele analisa a anatomia do feto e mede o tamanho de ossos e órgãos. O exame é capaz de diagnosticar até 90% das malformações, sendo um dos mais importantes do pré-natal, já que a partir de um resultado positivo é possível adotar cuidados especiais a fim de garantir mais saúde e bem-estar à mãe e ao bebê.

A ecocardiografia, que serve para checar o coração do bebê, também é realizada a partir de agora e deve ser adotada principalmente por gestantes que tiverem em sua família — ou na do companheiro — histórico de problemas cardíacos ou bebês com risco de malformações rastreadas em exames prévios.

A amniocentese, que consiste na coleta do líquido amniótico, costuma ser feita apenas para investigar doenças genéticas, como a Síndrome de Down ou, ainda, para pesquisar possíveis infecções fetais, por exemplo em mães contaminadas pela toxoplasmose durante a gravidez. Ela pode ser feita entre a 15ª e 20ª semana, mas não são todas as mamães que necessitam dela. 

Por falar em saúde, como está a sua ingestão de ferro? Ele é essencial em todas as etapas da gravidez, mas agora, como o bebê precisa produzir muitos glóbulos vermelhos, o nutriente é imprescindível. Boas fontes são feijão, carnes e folhas escuras.

O ômega 3 é importante para o desenvolvimento do cérebro, dos olhos e da visão. Assim, inclua no cardápio salmão, sardinha, chia e linhaça. Outra atenção é com o cálcio, importante tanto para a mamãe como para o bebê, fortalecendo ossos e dentes. Laticínios e folhas escuras devem ser consumidos para isso. 

Dica: Como deve ser a dieta para grávida no segundo trimestre de gestação?

Dica/curiosidade da semana

Fazer exercícios com regularidade é importante para manter a saúde em dia e amenizar os sintomas de inchaço. Natação, hidroginástica e caminhada são atividades de baixo impacto e, normalmente, liberadas para as grávidas. A movimentação também ajuda a evitar varizes, devido à maior circulação sanguínea.

Se sua disposição e o médico permitirem, aproveite essa época para fazer uma viagem, já que essa atividade não é recomendada nos últimos meses e, depois que o bebê nasce, torna-se mais difícil. 

Caso você pretenda fazer uma viagem para fora do país, muitas vezes é preciso apresentar um atestado médico no momento do embarque — tanto na ida quanto na volta. Meias de compressão também são aconselhadas em viagens longas de avião. Consulte-se com seu obstetra e tire todas essas dúvidas para um passeio tranquilo e prudente.

As 20 semanas de gravidez indicam o segundo trimestre, uma fase bem tranquila para a maioria das mamães. Ainda assim, é fundamental manter todos os cuidados e seguir as recomendações médicas, para levar uma gestação saudável até o fim.

Gostou do conteúdo? Continue conosco e saiba as novidades que esperam você na 21ª semana de gravidez!

Categorias: Gravidez , Segundo trimestre de gravidez

Mais de 100.000 mães acompanham nosso conteúdo!

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
    Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
    Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
    Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

    Caro Leitor,

    A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.